Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

CONTAS SOCRALDRABONAS

 

Como é do conhecimento geral, o senhor Pinto de Sousa tem proclamado aos sete ventos que está, por excesso!, a cumprir as suas promessas orçamentais, aquelas, lembram-se?, que fizeram com que o Dr. Passos Coelho desse a esta gente um completamente absurdo benefício da dúvida.

 

Vistas as coisas por quem sabe, a verdade é a seguinte:

 

A receita em impostos directos, em Janeiro, aumentou 26% em relação a Janeiro do ano passado, cifrando-se em 253M€, diz o PM.

Estes 26% devem-se à receita de IRC (mais 153,4% em relação a Janeiro de 2010);

Os impostos indirectos deram um valente contributo:

  Imposto sobre veículos: mais 59,9%

  Imposto de circulação: mais 46,4%

  IVA: mais 60 milhões de euros.

Procurando a origem destas brutais cobranças, teremos:

A de IRC deve-se às distribuições antecipadas de dividendos (estão a ver porque é que o governo não se chateou nada com tais distribuições?).

Os 60M€ devem-se às vendas de automóveis, em Dezembro, à antecipação do aumento do IVA e ao fim dos incentivos à compra de veículos.

Conclusão: a esmagadora maioria da descida do défice (398M€) fica a dever-se a receitas não recorrentes, por isso “extraordinárias”.

A receita contribuiu com mais de 90% para a quebra do défice, reconhecem os “governantes”, ainda que não se perceba bem como tal aconteceu, já que a despesa aumentou.

O governo comprometeu-se a conseguir a quebra do défice através (1/3) de aumento da receita e (2/3) da descida da despesa. O governo não cumpriu.

A despesa efectiva subiu cerca 1%. O governo não cumpriu.

A despesa com o pessoal, apesar da baixa dos salários da função pública, cresceu 4,9%. O governo não cumpriu.

Os juros pagos aumentaram 23%. Neste particular não se pode dizer que a culpa seja do governo, a não ser por ter conduzido o país à miserável situação em que se encontra e por, ainda por cima, andar a embandeirar em arco por ainda haver quem compre a dívida.

Com os juros consistentemente acima dos 7%, o governo contabiliza a 6,4%. Contabilidade criativa?

 

Perante isto - as contas não são do IRRITADO - de que está o PR à espera para pôr esta gente na rua?

Será que está a contar com o voto do PC numa moção de censura do PSD ou do CDS? A que preço?

De que está o Dr. Passos Coelho à espera para exigir do PR a dissolução da Assembleia?

Acharão, um e outro, que, “lá fora”, ainda há quem acredite nesta gente?  

Ainda não perceberam que a dona Ângela jamais dará o braço a torcer - se der - enquanto correr o risco de pôr dinheiro nas mãos desta gente?

Ainda não perceberam que vivemos na “estabilidade” mais instável de que há memória?

Ainda não perceberam que, ou se reduz o PS à dimensão que merece, ou seja, a 10 ou 15 por cento, ou o país não tem salvação?

 

Vá lá, meus senhores, pensem um bocadinho que não lhes faz mal nenhum.

 

23.2.11

 

António Borges de Carvalho

19 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D