Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

NOTÍCIAS DO FIM DE SEMANA

 

Na senda do seu primo Louçã, o camarada Jerónimo veio anunciar que a sua moção de censura foi criteriosamente concebida para que o PSD a não possa votar.

Bom seria que o PSD percebesse a mensagem e a votasse mesmo, ainda que explicitando outros motivos. É que, com este PR e com a actual configuração da Assembleia, ou vai desta ou arriscamo-nos à maior das desgraças, que é o Pinto de Sousa  se aguentar até ao (nosso) fim.

À atenção de Pedro Passos Coelho.

 *

Afinal, há só 300.000 desempregados! É que, segundo um estudo qualquer, 300.000 portugueses têm dois empregos. Se há 600.000 desempregados… basta o Pinto de Sousa proibir o segundo emprego para reduzir o desemprego a metade! Se o tipo descobre…

 *

Em 1994 havia 821 meritíssimos juízes. Em 2009, passaram a 1311. Os processos que tal gente concluiu foram, em 1994, 850.000. Em 2009, 820.00. Em 1994, cada juiz finalizou 1029 processos. Em 2009, 478.

Quando se fala em produtividade… encontramos a magnífica obra dos absurdos (ou criminosos?) sindicatos…

 *

Quando V.Exª se senta no cinema a ver um filme português nem sonha que, para além do preço do bilhete, você e os seus concidadãos pagam 36 euros em subsídios do Estado. Se acrescentar que a esmagadora maioria dos filmes portugueses são uma horrível chatice, fica com uma noção clara do que é a demagogia cultural em que vivemos. O estado, em vez de premiar obras de boa qualidade e bom público, gasta o nosso dinheiro a sustentar penduras.

 *

Conhece um advogado de seu nome Domingos Lopes? Não conhece, nem você nem ninguém. Pois é nessa qualidade que o fulano escreve prosas ultra-estalinistas no jornal privado chamado “Público”. Se, em vez de advogado, se apresentasse como um dos mais renhidos próceres do PC, que é o que ele é, talvez ficássemos mais esclarecidos.

 *

O inacreditável quão douto Noronha do Nascimento ameaça o juiz Carlos Alexandre com um processo disciplinar e um pedido de indemnização, caso o homem não destrua as escutas Vara/Pinto de Sousa, que estão no processo “face oculta”. Vêem onde pode chegar a politização da justiça? O IRRITADO, quando tiver tempo, pronunciar-se-á sobre este assunto com mais algum detalhe. Mas fica, desde já, o aviso.

 *

A Autoridade da Concorrência, do alto do seu alto valor como “regulador” por conta do Pinto de Sousa, anunciou que não investiga os preços dos combustíveis. Por outras palavras, acha que a desculpa para os cartelizadíssimos aumentos – o preço do petróleo – serve quando sobe, mas não quando desce. Pensem nisto: o imposto sobre os combustíveis é ad valorem, e concluam que o principal membro do cartel é o governo. Quanto mais caro, mais impostos… a “autoridade” deve estar por conta…

 *

As vozes do Estado “Social”, a começar pelo PS, passam a vida a vituperar a existência dos recibos verdes, e a falar, cheios de caridade, sobre os infelizes que os emitem. Esquecem o pormenor de dizer que o principal “patrão” dos recibos verdes é o Estado “social”, as câmaras municipais e os milhares de organizações estatais e para-estatais que por aí vicejam. Por outro lado, as finanças, que não devem fazer parte do Estado “social”, atiram-se que nem feras enraivecidas aos infelizes dos recibos verdes. Ao ponto de terem concluído que há 64.000 pessoas que não pagam impostos ganhando mais do que a astronómica quantia de 2.515 euros… por ano! Canalhas! Viva o Estado “social”!

 

28.2.11

 

António Borges de Carvalho

12 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D