Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

A III REPÚBLICA ACABOU

Há quem tenha o desejo, talvez ilusório ou irrealizável, de viver num país onde as instituições são respeitáveis porque partem de ideias e normas respeitávies e são representadas por pessoas respeitáveis. As pessoas são, como em tudo nesta vida, a mais importante das condições de respeitabilidade. Acima de tudo as que com elas se comprometeram, que as afirmaram, que de tal se acham ou são referência, como é o caso de Mário Soares e de muitos outros, no que à III República se refere.

Ora a III República nasceu em Novembro de 1975, quando as mesnadas da extrema esquerda, da tropa e do PC foram derrotadas. Verdade histórica que ninguém poderá negar. É certo que o caminho foi aberto pelo golpe militar de 25 de Abril de 1974, mas não o é menos que a esperança de liberdade aí surgida foi rapidamente negada pelo PC e pelas chamadas “forças populares”, ou seja, pelos arruaceiros ao serviço do seu financiador, o PCUS. Do tempo que passou entre os dois vinte cincos, Mário Soares e o seu partido foram heróis, com muitos outros e com o povo não alistado nas tropas de Moscovo ou dos maluquinhos dos maoismos e quejandos.

Destes, ainda hoje temos vestígios. Um PC troglodita, um BE radical, “fracturante”, palavroso e nefelibata, e uns resquícios mais ou menos taralhocos como o MRPP e a senhora grávida armada em coisa, entre outros.

Soube hoje que a nova maioria de esquerda (parlamentar, que é a que há) decretou que o 25 de Novembro é uma data sem importância, que não merece comemoração. O PS é a parte mais importante de tal “maioria”. O PS, nas mãos de Costa e dos seus salafrários, nega a parte nobre do seu passado. O PS nega Mário Soares, o Mário Soares democrata, nega os que com ele lutaram pela liberdade, nega uma enorme tradição de moderação e honra democrática. Mário Soares, esse Mário Soares, já não existe, vencido, ou pela idade, ou pelos monumentais defeitos pessoais de que, malgré tout, sempre foi dando provas. Ao negar o 25 de Novembro, o PS, pervertido pelo Costa, mostra-nos o que está a mudar. O que está a mudar é o que havia de mais digno na III República.

Podemos ir mais longe. Como é que pessoas tidas por seriíssimas, como Eanes ou Jaime Gama, não se erguem contra isto? Verdade é que perversão da democracia portuguesa vai bem mais fundo do que até a nova “maioria” faria prever. Os valores já o não são, as convicções passaram a papel higiénico, a democracia esgota-se em “legitimidades” ad-hoc.

Não sei onde iremos parar. Mas sei que, quando pararmos, muito sofrimento, muito atraso, muita ruína ficará poelo caminho.

Uma coisa é certa: a III República, nascida em 25 de Novembro de 1975, já morreu.

 

23.11.15

3 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D