Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

AMORES IBÉRICOS

 

Aconselho toda a gente a não perder as fotografias hoje publicadas no “Público” e no DN, obtidas num repasto “cultural” promovido pelo PS.

Uma ternura, uma finesse, uma empatia, uma comunhão luso-castelhana que quase levam à lagriminha comovida. Isto, os mais sentimentais, ou os amantes da “cultura verdadeira”, a da esquerda, pois então! Os mais empedernidos, como é o caso do IRRITADO, agarram-se à barriga, de gozo e nojo perante tais cenas.

De que falo? Do que havia de ser, do camarada Costa em suave flirt com a castelhana Pilar d’el Rio, viuva rica que, depois de anos a imperar em Lisboa, ainda não sabe (como o Lopetegui), por estupidez ou desprezo, uma palavra de português, e que a malta atura e o Costa ama. Segurando os bracinhos escanzelados da fulana, Costa avança a beiçola em repenicada imitação de coisas que não sabe, a caminho de um beijo na mão da embevecida e sorridente Pilar... que ternura, a de que o DN dá fotográfico testemunho!

No “Público”, julga-se que momentos mais tarde, já estão, lado a lado, à mesa do jantarinho. Pilar, encostadinha ao Costa, diz-lhe os segredos que lhe vão na alma. Costa inclina-se, a ajudar ao encosto. Ri, baboso e satisfeito. Coisa linda!

Não cabe imaginar o que se segue, ou seguiu, mas... “que las hay, las hay”...

Nada de insinuações. Falo de mais um palácio, ou coisa do género, a oferecer pela CML. Talvez uma estátua, ou uma tumba de reserva no Panteão da III República.

 

29.9.15

11 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D