Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

“ANÁLISE”

 

Vale a pena, antes de a Moção de Censura ser chumbada, fazer uma apreciação política dos tipos que se dizem legítimos para mandar nisto.

A saber:

- António Costa – sobrevivente do socratismo (nunca deu por nada), indivíduo que não olha a meios para chegar ao poder, especialista em propaganda, totalmente incompetente a não ser em parlapaté, indivíduo alheio a qualquer sentido de responsabilidade ou culpa, passada ou presente, isento de sentimentos...

- Santos Silva – sobrevivente do socratismo, conhecido como trauliteiro mor do PS, a man for all seasons, destituído de qualquer responsabilidade em relação ao passado, tempo em que nunca viu nada, nem desconfiou de nada, medroso em política externa, palavroso de alto coturno...

- Centeno – obscuro funcionário do Banco de Portugal, homem que cavalga a onda europeia e os dinheiros do turismo e os usa a crédito da propaganda, homem cujas prescrições deram o resultado contrário ao que afirmou que dariam, responsável por orçamentos tendentes a destruir a economia e a dar de comer à clientela, criatura que tem aplicado de pernas para o ar as suas próprias teorias, ridículo pretendente a substituir o Jeroen...

- Azeredo Lopes – abaixo de palhaço, um ignorante chapado, que já era ridículo nos “reguladores” que não regulam, ainda mais ridículo cada vez que abre a boca, ignorado serventuário do Moreira do Porto convertido ao PS costista, uma vergonha nacional se houvesse disso...

- Cabrita – sobrevivente do socratismo (nunca deu por nada), um “adiantado” ao estilo do BE, adepto de tudo o que for “fracturante”, desbocado, convencido e antipático...

- Tiago Rodrigues – homem que respira bolchevismo e que, em menos de dois anos, já conseguiu os piores resultados educativos da III República, já acabou com a avaliação dos professores e agora diz que “precisam de formação", uma desgraça nacional, fiel servidor dos sindicatos comunistas...

- Vieira da Silva – sobrevivente do socratismo (nunca deu por nada), fez uma “reforma da Segurança Social” que meteu na gaveta por inexequível e bronca e vai vivendo à custa das circunstâncias favoráveis sem mexer uma palha que não seja substituir este mundo e o outro por boys a soldo...

- Adalberto Fernandes – não sei de onde vem, mas sei que há mais de vinte mil cirurgias com anos de atraso (dez por cento dos expectantes já morreram), que tem o Tribunal de Contas à perna, que tem feito tudo o que pode para arruinar o SNS, que já tem mais dívidas ao mercado do que aquelas que poderá pagar, uma obra de destruição nunca vista...

- Pedro Marques – Sobrevivente do socratismo (nunca deu por nada) muito conhecido, ao tempo, por estar sempre a espreitar, na televisão atrás do Lino o de outro qualquer, cujas dívidas amontoadas são de muitos milhares de milhões...

- Caldeira Cabral - Antigo propagandista do socratismo na TV (nunca deu por nada), há dois anos no poleiro sem ter feito nada que se veja...

- Capoulas – sobrevivente do socratismo (nunca deu por nada), tem-se na conta de um Dom Dinis do século XXI, aprovou uma “reforma da floresta” há um ano mas esqueceu-se dela logo a seguir e ficará para sempre célebre pela “gestão” das florestas do Estado, tais os pinhais de Leiria...

- Pedro Nuno Santos – sobrevivente do socratismo (nunca deu por nada), homem que prometeu pôr a Merkel e o Schäubel de joelhos, que disse que “cagava” na dívida, hoje campeão da geringonça, afinador de cedências ao BE e ao PC, uma figura sinistra...

- Perestrelo (com dois èles) – Sobrevivente do socratismo (nunca deu por nada), continua, feliz quão ignorado, a fazer carreira na defesa ao fiel serviço das palhaçadas do Azeredo Lopes...

- Mourinho Félix – não sei quem é nem de onde vem, mas sei da imensa vergonha do seu diálogo com o Jeroen, com serviço televisivo às ordens, dos seus passes de alrabófona dança no caso Domingues/CGD, etc....

- Eurico Dias – Sobrevivente do socratismo (nunca deu por nada), andou a fazer flores contra a fundação da geringonça, mas é hoje um dos seus mais felizes e fidelíssimos apoiantes...

 

Há mais. Fico por aqui. Não falo da dona Constança nem de um tal Gomes, cuja geringoncial história toda a gente desgraçadamente conhece. São cadáveres adiados por quatro meses mas hoje já em fase de arrefecimento...  

 

18.10.17

2 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D