Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

BORLAS

Se você, homem ou mulher, partir uma perna e recorrer ao SNS, terá que pagar uma taxa para ter direito ao respectivo aparelho de gesso. Isto, evidentemente, se pertencer aos ricos, quer dizer, se lá em casa houver rendimentos fabulosos (uns doze mil euros por ano).

Segundo as regras sócio-morais do tempo novo, gloriosamente postas em vigor por suas excelências Catarina Martins & Associados, bem acompanhados por Costa & Camaradas, seus chevaliers servants, se você for do sexo feminino e andar no truca- truca à balda, mesmo que tenha doze milhões de rendimento, tem garantido, à borla, o consequente aborto. E mais: para que a sua liberdade seja totalmente salvaguardada (uma questão de “direitos humanos”), não será submetida a qualquer espécie de aconselhamento médico ou psicológico. Porquê? É simples: a coisa (o aborto) está implícita no inalienável direito ao truca-truca à balda, bem como ao não menos respeitável direito de ver a sua balda devidamente paga, e a cem por cento, pelos seus concidadãos.

Com toda a lógica, se você estiver doente, paga, pois então! Ninguém o/a mandou estar doente. Mas se estiver “cheia”, a sociedade deve-lhe todas as honras, toda a glória e todas as borlas. Você é um exemplo para os demais.

O IRRITADO não podia estar mais de acordo. Assim é que é! Direitos humanos acima de tudo! As mulheres são donas do seu corpo! Viva o truca-truca à balda!

Não sei se ainda há o subsídio de maternidade para estes casos, prestação social salvo erro alargada ao aborto pelo ilustre Pinto de Sousa, dito engenheiro Sócrates. Se ainda há, que seja duplicado, triplicado, quadruplicado! Se já não há, que se ressuscite, e já, que isto de direitos humanos é coisa séria!

Que diabo, estamos no tempo novo ou não estamos no tempo novo?

 

30.1.16 

2 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D