Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

DAS CANDIDATAS

Ponhamos os pontos nos is: ao contrário do que disse o Jerónimo, do que disseram alguns piadéticos ao serviço da TVI e mais alguns pataratas, a dona Marisa não tem nada de engraçadinho. Deselegante, esgalgada, cheia de dentes, um notável exemplar de mau gosto e risca ao meio. Neste aspecto, pede meças ao Silva do PC.

Se falarmos, não da apresentação mas do discurso, então ainda menos graça tem, isto é, não passa de pobre avatar da Catarina e da Mariana, a debitar paranóias recauchutadas da cartilha bolchevista, lunáticas e perigosíssimas ilusões, e patacoadas sexuais, tudo mascarado de "direitos". Facto é que há quem vá atrás daquilo. Parabéns à desagradável rapariga, muito conhecida, no PE, como parceira da dona Marine Le Pen, e pêsames ao Jerónimo, coitadinho, que, ao que tudo indica, nunca mais será gente.

A outra senhora, Maria de Belém, é agora o bombo da festa para uma data de comentadora gente: campanha fraca, pouco dinheiro, o PS, ou seja, o Costa, de costas voltadas, o Marcelo que nem dava por ela, não há “razões” que não venham ao de cima para explicar o que lhe aconteceu. Pode ser que tudo isto seja verdade. Mas a verdadeira razão que a levou a cair abaixo dos 5% foi a decisão “atempada” do Tribunal Constitucional sobre as subvenções.

Dizem que foi a TVI que, com uma notícia “atempada”, fez ruir o Banif e o lançou nos braços do Santander. É verdade. Não é toda a verdade, mas é verdade na mesma. O TC foi a TVI da dona Maria de Belém. Conscientemente (outra coisa não é de admitir), desencadeou uma onda imparável de populismo baseado na inveja e na nacional ordinarice. Que tinha a senhora feito para o merecer? Tinha, e muito bem, alinhado com outros, sem interesse pessoal que se veja, na defesa de uma inconstitucionalidade gritante, tão gritante e evidente que até o TC, especialista em esquerdismos constitucionais, não podia deixar de julgar como julgou. Numa espécie de vingança por não ter tido fuga possível, aproveitou a decisão a favor do Nóvoa, isto é, atirou-a, qual granada de mão, para o meio da campanha eleitoral.

Populismo esperto, mas populismo na mesma, e bem pior que todos os outros que por aí abundaram e abundam.

A manobra não chegou para levar o candidato dos juízes à segunda volta, e ainda bem. Mas fica sem se saber ao certo quantos votos levou a mais o Nóvoa, muitos com certeza, e a menos, outros tantos, a Dona Maria de Belém.

Se houver por aí algum peditório para a ajudar a pagar a despesa, o IRRITADO alinha.

 

31.1.16

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D