Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

DIGNIDADE

O alegado pai da Constituição (vai chamar pai a outro), Dr. Miranda, em boa hora - caso raro -, veio declarar que a falada greve dos juízes era inconstitucional. Não precisava. Ça va de soi. Qualquer cabecita mais ou menos pensante percebe isso. Qualquer teórico do sistema dirá isso, sem precisar de constituição nenhuma.

Os nossos juízes passam a vida a dizer que são independentes, que não devem satisfações a ninguém, que são o máximo, um poder, uma classe aparte. Será assim, mas não no caso deles. Ou mentem quando se colocam em bicos dos pés, ou não têm a noção do lugar que ocupam - ou deviam ocupar - numa sociedade decente. Quando lhes tocam nos interesses são uns tipos como outros quaisquer: sindicalistas, grevistas, quais órgãos de soberania qual carapuça. Com a agravante de querer manter a sua dignidade soberana e dizer que é isso que querem defender. Por muitas razões que tenham (não duvido que os planos da geringonça metam o pé na poça), o direito à greve é coisa que não assiste à soberania ou aos seus titulares.

Passam a vida a dizer que não são funcionários públicos. Terão razão. Então porque se comportam como tal quando acham que lhes convém? Estão escanchados: um pé de um lado outro do outro. Assim, à la carte.

 

Agora, a situação é esta: mesmo que arrepiem caminho, o mal está feito. O direito ao respeito e à consideração social, como a dignidade, não são coisas que se recuperam de um dia para o outro.

 

10.6.17  

3 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D