Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

FANFARRONADAS

 

Anafado, Capoulas veio lamentar-se publicamente da ignorância a que foi votada a sua reforma florestal, a melhor, a maior, a mais importante reforma desde os saudosos tempos de Sua Mercê o Senhor Dom Dinis, Rei de Portugal e do Algarve. Só ele, Capoulas, conseguiu igualar, quem sabe se ultrapassar, essa gigantesca figura da nossa História.

Coitado, confessa, ninguém deu por nada, os comentadores, os técnicos, os filósofos, os historiadores, os políticos, o povo, ninguém se debruçou sobre tal e tão portentoso feito nem lhe deu o merecido a apoio ou o elogiou! Injustiça! E, acrescento eu o que Capoulas omitiu, a coisa foi de tal ordem que nem a geringonça tomou conhecimento ou publicitou a inigualável obra. De tal forma que, por causa do Pedrógão, se apressou a legislar outra vez, passando-lhe por cima, desta feita sob a alta inspiração da dona Catarina (sabe-se lá se nova Santa Isabel, Senhora de Dom Dinis), reformando a floresta segundo os princípios do socialismo revolucionário, e até com a chancela do senhor de Belém.

Passando em revista a obra do genial Rei (mal sabia ele que, oito séculos depois, o Capoulas o ia igualar), vejamos as bases do capoular orgulho, ou a ausência delas.

Não consta que Capoulas tenha, como o Senhor Dom Dinis:

- Feito poesia ou obra de alta cultura, a dasafiar o seu tempo;

- Criado as fronteiras do país, o Estado-Nação ou a consciência nacional;

- Instituído o Potuguês como língua oficial;

- Criado uma universidade;

- Centralizado o poder;

- Mandado explorar minas;

- Feito acordos comerciais com o estrangeiro;

- Fundado a marinha portuguesa;

- Criado a Ordem de Cristo e libertado a de Santiago do domínio castelhano;

- Feito ordenações várias;

- Criado e conservado o pinhal de Leiria;

- Tido filhos de oito mulheres.

 

Como nada disto fez Capoulas, porque é que se compara a Dom Dinis? Mistério.

Procurando levantar o véu de tal mistério, o IRRITADO atribui a comparação à ignorância, à pesporrência, à imodéstia saloia e convencida, à inferioridade cultural ou à idiotia do nosso chamado ministro da agricultura.

Parece que a própria geringonça deu mais pela fanfarronada que pela obra, o que é de uma assinalável originalidade.

 

14.8.17

7 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D