Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

NIPOTE!

 

A ignorância e a estultícia empertigam-se para me insultar…

Dizia Camilo: “se a estupidez fosse fonte de prosperidade que país mais próspero que o nosso”

… articulista minorca… de tão fraca estaleca política e intelectual… débil criatura…mariola mediático… calhau…

(bolsar) prosa de uma indigência confrangedora… no mínimo hilariante… um perfeito e acabado ignorante…

…toleima auto-satisfeita…

Este “cérebro” que mais parece uma empada de massa inerte…

… tão obviamente ululante é a arrogância cretina deste articulista minorca…

 

Lendo estes pedaços de prosa uma pessoa sente-se recuar mais de cem anos, não é? Mas foi escrita há dois ou três dias!

 

Há quem, às vezes, critique o IRRITADO por abusar de picardias em relação a terceiros. Talvez quem o faça tenha alguma razão. Porém, as diatribes do IRRITADO são autênticos bombons se comparados com os mimos que um tal Alfredo Barroso dedica a um escritor que tem a ousadia de não concordar com o que ele pensa.

Quem é este Barroso? Haverá da parte dele algum invisível feito que o imponha à nossa consideração? Talvez, mas, como dizia José Marinho, “o visível do invisível é o que aparece”. No caso, o que aparece é, para além de umas disparatadas aparições televisivas em favor do absolutismo socialista, que este homem é conhecido por ser sobrinho, via uterina, do Dr. Mário Soares. Saiu do anonimato quando o tio foi para Belém (nepotismo literal), e por lá se foi deixando ficar. De resto, népias. Ninguém sabe que préstimos tem. Um há, que com certeza lhe não assiste: a decência. A decência de ser capaz de trocar argumentos com um mínimo de elegância.

 

Que fique dito.

 

2.1.15

3 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D