Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

PARABÉNS ÀS PRIMAS

No que se refere aos malefícios da geringonça, não serei dos mais atentos, mas também não sou dos mais distraídos. Tenho andado por jornais e revistas, telejornais e afins, à procura de entender os objectivos da alta peregrinação à Índia do chamado primeiro-ministro, competindo-me dar testemunho da minha ignorância quanto ao conteúdo da coisa.

Pensar-se-ia, ou esperar-se-ia, que uma visita de uma semana inteira se viesse a saldar por vasto número de reuniões políticas, inúmeros fora económicos, uma boa meia dúzia de acordos, protocolos, cartas de intenção, projectos de investimento e outras realizações mais ou menos úteis, mais ou menos com futuro.

Baldada me saiu a busca. O chamado primeiro-ministro foi, à pala do Estado, visitar umas primas, umas tias, umas casas, reviver recordações, reavivar laços de sangue, pôr uns turbantes, uns balandraus, e mais cinco para aqui mais cinco para ali, umas beijocas à mistura.

E pronto. Diz-se que também falou com o colega lá do sítio e com uma ou outra autoridade. Acredito. Mas haverá que perguntar porquê, para quê, por que carga de água, o que daí resultou.

Acho que as primas e as tias ficaram contentíssimas, convencidas de que tinham visto uma espécie de Albuquerque de pernas para o ar, isto é, um indiano que veio governar para o Ocidente. Verdadeira pérola do Industão, um primo ilustre, de valia universal.

Parabéns às primas. Quanto a nós, cá ficamos à espera do relatório, na suspeita de que, para além de sentida romagem de saudade a paragens de antanho, pouco ou nada ficou para o futuro.

Caro foi, de certeza. E o resto?

 

14.1.17

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D