Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

INTROMISSÃO EM CORRESPONDÊNCIA ALHEIA

Um hacker, contratado pelo IRRITADO, encontrou na net a mensagem que abaixo transcrevemos.

 

Sua Excelência Sec. Geral, Exmº Senhor Gurria

OCDE

Lisboa, 12.2.19

Caro amigo

Tenho presente a proposta de relatório da sua estimada organização sobre a situação em Portugal.

Devo, antes de mais, confessar que não me parece justo, nem normal, que o chefe dos relatores da OCDE seja um tal Álvaro, indivíduo comprometido com o governo anterior e, por conseguinte, um neoliberal a que os meus associados comunistas chamarão fascista. Não irei tão longe, mas a figura em causa não deixa, por isso, de ser duvidosa.

Como VExa bem sabe, Portugal é um país socialista onde, naturalmente, os álvaros não são bemquistos. Os limites da nossa democracia são os do lado direito do PS, ainda que o meu amigo Rui Rio e o seu sequaz Rangel queiram passar-se para o lado de cá. Não passarão.

Pedindo desculpa por estas considerações introdutórias, venho sugerir algumas alterações ao relatório proposto pela OCDE. É que há matérias por demais delicadas que esse tal Álvaro nele incluiu. Como VExa bem sabe, não é conveniente citar os problemas levantados pela triste situação em que se encontra o meu ilustre camarada Sócrates, ínclito primeiro-ministro dos governos em que tive a honra de participar. Não posso dizê-lo publicamente, mas trata-se de uma perseguição movida pelos restos da direita portuguesa a que o poder judicial foi sensível, sabe-se lá porquê. Assim, as considerações sobre o estado da justiça em Portugal estão certas quanto ao seu mau funcionamento, mas têm fundamentos errados, uma vez que, ao contrário do que o relatório refere, não é líquido que haja por cá corrupção. Há-de VExa concordar que não se pode confundir corrupção com as cabalas que por aí se inventam contra nós. Portugal, a democracia e o PS são uma e a mesma coisa. A corrupção é um resquício do poder da direita, há muito derrotado pela moral republicana que o PS corporiza. Não é por issso aceitável que a justiça  ataque o meu partido, o meu governo e, com eles, a coligação de esquerda, forças que são a condição basilar e sine qua non da existência da democracia, ou seja, do socialismo. Está a perceber? Trata-se de uma imposição de consciência a que VExa não deixará de corresponder, emendando o relatório em boa conformidade.

Permita-me igualmente protestar, com a veemência que o caso merece, contra a inclusão do tal Álvaro na apresentação do relatório em Lisboa. Tarta-se de personna non grata para o meu governo, como VExa compreenderá. Solicito ainda que, como é diplomaticamente correcto, a exclusão deste indesejável indivíduo seja assumida por VExa, a fim de evitar as cabalas que, a tal respeito, não deixarão de ser fabricadas pela direita reaccionária.

 

Sem mais, sou, de VExa, atento venerador e obrigado  

 

António Corta 

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D