Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

SOCORRO!

 

 
A estabilidade orçamental custa uma fortuna.
 
O Governo, incapaz de reformar Estado, incapaz de reduzir a despesa, incapaz de incentivar a economia, incapaz de, a sério, diminuir a burocracia, incapaz de fazer seja o que for do que diz que vai fazer, trata de encontrar maneiras de passar os buracos que abriu para quem vier depois dele: outro governo, outro partido, ou, o que é pior, outra geração.
Prometeu que continuaria a monstruosa asneira socialista das SCUTS. Depois, não foi capaz de deixar de reconhecer que não tinha dinheiro para cumprir a promessa, coisa que toda a gente sabia, menos o governo. Declarou que ia taxar as tais SCUTS. Mas também não foi capaz de taxar as SCUTS. Nem para os casinhotos das portagens tem dinheiro.
As SCUTS custam 700 milhões de euros por ano aos cidadãos, e vão custá-los, correctos e aumentados, por muitos anos e maus. O governo, como toda a gente sabia, menos o governo, não tem dinheiro para pagar.
Então… então como não tem dinheiro para pagar, vai tratar de arranjar alguém que pague. Desequilibrar o orçamento é que não. E a questão, verdadeiramente metafísica é: quem há-de pagar, se a malta não tem dinheiro para pagar ao Estado para o Estado pagar a quem deve?
Mas o ministro das finanças não é parvo. Se não há, hoje, quem tenha dinheiro para pagar, é capaz de haver algum lorpa que, no futuro, o faça. Vai então de negociar com os concessionários, de reescalonar a dívida, de reestruturar os compromissos, de arranjar mais umas dividazitas junto dos concessionários, pô-los a pagar os casinhotos das portagens, etc.
Cheira a terceiro mundo que tresanda. Quem não viu já as comissões mistas a renegociar, reestruturar, reescalonar as dívidas dos PALOPS e quejandos? Trata-se mais ou menos da mesma coisa. A diferença é que, com o terceiro mundo, no fim da linha está sempre o perdão da dívida: olhem Moçambique, olhem São Tomé, para só citar dois casos! No nosso, porém, não vai haver perdão nenhum.
 
As contas públicas vão, gloriosamente, ter menos de três por cento de défice em 2008.
 
Coitados dos meus filhos!
 
António Borges de Carvalho

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub