Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

DO TERROR QUE SANTANA INFUNDE, OU A ALCATEIA OUTRA VEZ AO ATAQUE

 

 
Não é preciso ser muito inteligente, nem era precisa a sondagem que o PSD mandou fazer, para que toda a gente percebesse que o único membro daquele partido capaz de ganhar as eleições em Lisboa é o Dr. Pedro Santana Lopes. Trata-se de coisa de tal maneira evidente, que só os politicamente vesgos ou os odientos por profissão podem pensar o contrário.
A obra que Pedro Santana Lopes fez em Lisboa só não foi tão longe como podia ter ido porque as perseguições políticas conseguiram travá-lo em muitas coisas.
Se não fosse a odiosa relutância do Dr. Sampaio, a estas horas o Parque Mayer já tinha o casino, e as obras iriam de vento em popa.
Alguém duvida?
Se não fosse a inveja mais primária, impiedosa e miserável, a estas horas Lisboa teria um projecto Ghery em construção, como teve Bilbao, com a colaboração de todas as forças políticas e económicas, projectando a cidade para píncaros até então desconhecidos.
Alguém duvida?
Se não fosse a perseguição policiesca do senhor Fernandes e do social-comunismo camarário, essa obra ímpar e fundamental que é o Túnel do Marquês estaria, com muitos meses de antecedência, a funcionar em pleno.
Alguém duvida?
Se não fosse a vilania rasca da oposição, mesmo da que aprovou a permuta da feira popular (o PS e o BE) para a vir a condenar meses depois, alguém duvida que a monstruosa vergonha dos terrenos de Entrecampos – um oceano de sucata, de dejectos, de porcaria de toda a espécie, de ratazanas cheias de doenças, de baratas, de cobras – seria hoje um estaleiro de obras e uma esperança de qualidade para a cidade.
Alguém duvida?
Com Santana Lopes, os contentores do senhor Coelho, em vez de se preparar, com o apoio do senhor Pinto de Sousa, para tapar o rio, estariam a mudar-se para a outra banda, ou para Setúbal, ou para Sines.
Alguém duvida?
Não fora o boicote do social-comunismo, a estas horas os serviços da câmara funcionariam melhor, como já funcionavam (e deixaram de funcionar), sem estar mergulhados nas aldrabices do “Simplis” e companhia.
Alguém duvida?
 
Os lisboetas em geral não duvidam. Mas a intelectualidade do PSD sim.
Os marcelos, os pachecos, os menezes andam num virote.
Não ouço o Marcelo na RTP, porque não quero ser enganado. Não leio o Marcelo no Sólcrates pela mesma razão. Não leio as bojardas do Menezes por respeito pela minha própria – ainda que limitada – inteligência. Às vezes lá leio e ouço (ainda) o Pacheco, não sei porquê.
Mas sei o que vão mexericando, pelo que leio nos jornais.
Nunca nenhum deles se lembrou de acusar de populismo o mais populista de todos os políticos da III República, ou seja, o senhor Pinto de Sousa. Mas já andam para aí a dizer que, com o Dr. Santana Lopes, “voltará o populismo”.
Se o populismo é dizer coisas que se sabe não poder realizar e alardear promessas para pura propaganda, então, se há alguém que não é populista, o Dr. Santana Lopes é esse alguém. O que prometeu, cumpriu. O que ficou por cumprir, a ele se não deve.
 
O frisson que a sua eventual candidatura provocou na bem-pensância nacional é a imagem clara do terror daqueles que nunca fizeram nada, ou que nunca foram capazes de fazer nada, sequer de ganhar uma eleição, têm em relação aos que lutam, dão a cara, dão o coiro, para fazer alguma coisa por nós.
 
14.10.08
 
António Borges de Carvalho

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D