Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

ORA VAMOS LÁ PÔR OS PONTOS NOS IS

 

O camarada Vital conhece o PC como poucos, conhece o seu funcionamento interno, os seus métodos, o que o PC pensa, como reage, conhece o PC na clandestinidade e o PC na liberdade, sabe o que é viver num apartamento com três camaradas machos e uma camarada fêmea para tratar do serviço doméstico, todos deputados, conhece a disciplina, os sentimentos que animam os militantes, numa palavra, sabe do que a casa gasta.
O camarada Vital sabe, talvez melhor que ninguém, o que é a CGTP e o que pensam e querem, mesmo não o dizendo, os camaradas da multinacional Carvalho da Silva & Cª.
O camarada Vital está ao corrente, em pormenor, do facto de a tal CGTP ser uma agência do PC, e mais nada senão isso mesmo.
O camarada Vital, de ciência certa, está consciente de que a manifestação do 1º de Maio organizada pela CGTP não tem a ver com o 1º de Maio (dita festa dos trabalhadores), mas que é, como sempre foi, uma manifestação contra o governo, seja que governo for (à excepção dos já longínquos governos do camarada Gonçalves), organizada pelo PC e apoiada, de há uns anos a esta parte, pelos outros comunistas, ou seja, pelo BE, na sua qualidade de raminho de salsa, tempero que os bolchevistas muito apreciam.
 
O camarada Vital sabe tudo isto, e muito mais.
 
O camarada Vital é um comunista défroqué, e está perfeitamente, rigorosamente consciente dos sentimentos que animam os comunistas em relação aos que, como ele, abandonaram a religião.
 
Posto isto, pensemos duas vezes.
O que pode levar o camarada Vital a meter-se na tal manifestação? O que pode levar o camarada Vital a ignorar o que não ignora, e a ir meter-se na boca do lobo?
Não direi que os que o atacaram foram contratados pelo PS para criar um facto político. Mas não tenho a mais remota sombra de dúvida que o camarada Vital e seus amigos sabiam, como eu sei que estou a escrever estas linhas, como iriam os manifestantes da Intersindical reagir à sua presença. Era preciso ser muito estúpido para não saber tal coisa, e o camarada Vital pouco ou nada tem de estúpido.
Conclusão: a ida do camarada Vital à manifestação foi uma provocação. O que o camarada Vital queria era sair da obscuridade, tornar-se conhecido. O que o camarada queria era arranjar uma maneira de entrar em casa das pessoas com qualquer coisa que motivasse simpatia, o que, manifestamente, não tem acontecido nas suas desgraçadas aparições públicas.
Objectivo magistralmente conseguido! Chapeau!
O camarada Vital foi agarrado, empurrado, sacudido, mas sem fazer mal. O camarada Vital foi insultado q.b., como se pode observar no filho da puta cientificamente obtido pela televisão e propalado tantas vezes quanto as necessárias para dar aos ignaros a sensação de mero exemplo de mais e mais insultos.
Não terá havido uma encenação: o camarada Vital entrou num palco onde os actores já estavam. Bastou a sua presença para desencadear a “peça”.
 
Os tontos caíram na esparrela como tontos que são. O PS tratou de propagandear a coisa como se de uma indigna manifestação de selvajaria se tratasse, e muito mais selvagem e violenta do que, na verdade, foi. O camarada Vital saiu em ombros, no meio de uma tempestade de desculpas e contra-desculpas. O camarada Vital passou do obscuro nevoeiro do anonimato para as primeiras páginas, como vítima, coitadinho, de um bando de criminosos.
Grande jornada de propaganda! Grande malha, camarada Vital!
 
Assim se conhece a “inteligência” do pêésse!
 
 10.5.09
 
António Borges de Carvalho

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D