Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

“MORALÚNCULA”

 

O ilustre doutor Marques Mendes, de há muito felizmente caladinho, resolver vir à liça com mais uma tirada moralista. Contra o PSD, como não podia deixar de ser.
 
Além de suicida, o homem é frustrado e de mau perder.
 
Acusa o seu partido (seu?) de não ter batido o pé ao PS para aprovar uma lei de sua autoria, na qual propunha nada mais nada menos que a impossibilidade de qualquer “arguido” se candidatar fosse ao que fosse.
Quer dizer, quem fosse arguido num processo de uma multa de estacionamento (tão arguido como um suspeito de assassínio) estava feito ao bife. Qual não haver acusação, qual presunção da inocência, qual carapuça! Mendes dixit. 
Para justificar a monumental asneira de correr com o Carmona sem mais nem menos, asneira de que o PSD ainda não recuperou, o homem quer agora que as suas doutas opiniões ganhem obrigatoriedade legal.
A criatura não percebe que uma coisa é decidir, como decidiu, não querer mais o Isaltino ou o Loureiro, ou seja, uma coisa é tomar decisões políticas, outra é lançar o anátema da “moralidade pública” sobre qualquer cidadão, que poucos haverá que não tenham, alguma vez, sido arguidos de qualquer coisa.
 
O homem não distingue política de judiciarite, mistura as duas coisas num salganhada sem nome.
 
É evidente que, em muitos casos, são os próprios, arguidos ou não, suspeitos ou não, que decidem não se candidatar ou ir-se embora para não dificultar, nem a Justiça, nem o partido a que pertencem. O Coelho, por exemplo, foi embora por causa de uma ponte que caiu. O Vitorino foi embora porque era suspeito (inocente) de fuga fiscal. Houve um político que deixou de o ser porque um filho se meteu em alhadas. Outro que saiu do governo porque, dizia-se, tinha posto dez mil dólares a bom recato. Trata-se de atitudes políticas de homens políticos. Só o senhor Pinto de Sousa nem com a “campanha negra” se vai embora. Há Homens e homens.
 
Mas o Dr. Marques Mendes, que se inclui nos segundos, não percebe estas coisas. O que lhe interessa é apregoar a sua “moralidade”, à custa da dos outros – sugerindo que tais outros, a começar pelos tipos do PSD, não passam de um bando de canalhas que, para se safar a si mesmos, se esqueceram das brilhantíssimas propostas do fulano.
 
4.8.09
 
António Borges de Carvalho

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D