Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

Chinesices

Em doce e profícuo ambiente do que poderíamos chamar “concorrência institucional”, o senhor Pinto de Sousa (Sócrates) tomou a mui sábia e nobre decisão de ir à China.
A coisa foi devidamente propagandeada. Para a opinião pública, era óbvio que o senhor Pinto de Sousa (Sócrates) não podia ficar atrás de SEPIIIRPPDAACS. Se Sua Excelência ia à Índia, pois eu, terá declarado o insigne senhor, eu vou à China, que a China é que bom!
Os áulicos, embevecidos, escutaram as palavras esclarecidas do chefe. As chancelarias, prenhes de justificado entusiasmo, trabalharam freneticamente na preparação do evento. Adjuntos, assessores, conselheiros, chefes de gabinete, dedicaram-se, quarenta e oito horas por dia, ao assunto. Contactaram os empresários do costume (se SEPIIIRPPDAACS levar cinquenta à Índia, eu levarei cinquenta e um à China!). E mais. Levarei a cultura! Seis séculos de história não se tratam sem cultura. Venham os do costume, e mais três. Foram preparados tratados, acordos, protocolos, declarações de intenções, reuniões, seminários, contactos, entrevistas. Foram concebidas declarações de elevado alcance nacional e internacional a ser subscritas com a necessária pompa. Vamos a Pekim! Vamos a Xangai! Vamos a Macau! Vamos ao Rai-ki-part! Do lado da imprensa estavam já penteadas sete meninas que seguiriam em missão de intervenções laudatórias em horário nobre.
Enfim, a iniciativa foi publicitada com o profissionalismo e a eficácia em que o governo, honra lhe seja, é especialista.
 
E… eis senão quando este pobre escriba é informado, numa local com dez linhas a uma coluna do Diário de Notícias que o governo chinês afirma que “não está ainda decidida a data da visita que o gabinete de (Pinto de Sousa) Sócrates anunciou  para de 30 de Janeiro a 4 de Fevereiro”. Meu Deus! O Minstério dos Negócios Estrangeiros chinês diz mais: que só “tem conhecimento dos preparativos”. São Pancrácio! Os tipos nem sequer confirmam o convite! Será?
 
Bom, não sejamos tão críticos, ou tão mal dizentes como é costume. Tudo isto pode ser perfeitamente natural. Não se esqueçam de que os chineses escrevem nuns caracteres indecifráveis e falam uma língua arrevesadíssima. É óbvia a possibilidade de ter havido um erro na interpretação de algum telegrama vindo de Pequim, escrito em mandarim, ou em cantonês, não acham?.
Terão sido os intelectuais da rua da Imprensa quem leu o dito telegrama? Ou foram os das Necessidades? Diz-se que a rapaziada vai andar à trolha por causa disto. Consta que a Betandwin vai abrir uma página especial para apostas a este respeito.
Ou então, então a coisa é mais grave. Se não foi engano na leitura dos telegramas, trata-se de uma inominável ofensa, caso para SEPIIIRPPDAACS convocar o CSDN para deliberar sobre se devemos declarar guerra à China.
Terceira, e última hipótese: o problema é que Pinto de Sousa (Sócrates), na sua histeria propagandística, se precipitou, anunciando ou mandando anunciar um ovo que estava ainda no aconchego da cloaca da galinha. Neste caso, haverá que perguntar:
- Que havemos nós de fazer ao senhor Pinto de Sousa (Sócrates)?
Sei a resposta, mas não digo.
 
António Borges de Carvalho
 
EM TEMPO
 
O que referi sobre o publicado no DN referia-se à edição de ontem. Hoje, o mesmo jornal dedica ao assunto três quartos de página, a cinco colunas. Os esclarecimentos do jornal poderiam levar a uma re-edição do Post. Porém, bem vistas as coisas, melhor será não lhe mexer. A não ser acrescentando que as más línguas do costume dizem que o adiamento, sine die, da visita de Pinto de Sousa (Sócrates) à China se ficou a dever a uma afirmação de SEPIIIRPPDAACS que, em síntese, terá dito que a Índia é que é bom, porque é uma democracia. Isto terá irritado os sino-camaradas e provocado a bronca.
Malhas que o império tece. A cooperação estratégica jaz morta ou arrefece ?
 
NOTA
 
Coitado do senhor Amado! O homem até é simpático. Não merece, reconheço, tanta desgraça. O ezebolá acusa-o de hediondos crimes. A dona Ana Gomes ainda o odeia mais que o ezebolá. Só faltavam os chineses para lhe moer o juízo. Daqui, sinceramente, lhe desejo que se safe. Do ezeblá, da dona Ana, dos chineses e, já agora, do senhor Pinto de Sousa(Sócrates):
 
ABC
 
 
APOSTILHA
 
Hoje de manhã, recebi de um maldizente (t’arrenego!) a seguinte mensagem:
 
Quer começar o dia bem disposto?
Ligue o computador e crie um ficheiro - um ficheiro qualquer, word, powerpoint, qualquer coisa serve.
Titule-o
José Sócrates.
Agora clique em cima do ficheiro e arraste-o para o lixo.
O computador vai perguntar: «Quer mesmo deitar
José Sócrates para o lixo?»
Responda: «Sim»
 

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub