Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

FUTUROLOGIA

Há dias fui à Câmara Municipal de Lisboa tratar de um assunto. Mandaram-me comprar um documento. A coisa foi relativamente rápida, e eficiente q.b.
Para passar um recibo, a menina pediu-me o número fiscal. Escreveu-o no computador. A máquina escarrou um papel.
- Aqui tem o seu recibinho, senhor Carvalho.
Fiquei banzo.
- Como é que sabe o meu nome, se não mo perguntou?
- Hi, hi, basta pôr o número, e já está.
Na verdade, o recibo tinha o nome completo, a morada, etc.
Calculo que, se menina tivesse carregado em mais algum botão, a máquina cuspiria uma certidão narrativa completa de registo de nascimento, dois ou três extractos bancários, a lista do património, o registo criminal, as últimas multas do estacionamento, a cor das cuecas da mulher-a-dias…
 ----------------------------------------------------
 
Lá para 2025, ou antes, um fulano baterá à porta do Zé da Silva.
- Sou número 777888999 da FS, Fiscalidade Socrévia.
- B…B… Bom dia. Faça o favor de entrar.
- Você é o 333444555?
- O senhor Fiscal desculpe, mas não compreendi.
- Eu repito, mas não abuse da minha paciência. Você é o 333444555?
O Silva tem uma inspiração. Mete a mão ao bolso, tira um papelinho…
- De facto, senhor Fiscal, o meu número de contribuinte é o 333444555.
- Não é número de contribuinte, é o número, e pronto. Não há outro.
- Com certeza, desculpe, faz favor de dizer.
- No dia 3 de Maio, você foi à Câmara Municipal e comprou uns papéis.
- Exactamente, senhor Fiscal.
- Com que intuito?
- Bom, eu queria pedir autorização para fazer umas alterações…
- Alterações?
- …
- Alterações?
- …
- Pois, não tem resposta, era o que eu pensava, com que então alterações!
- Bem… pois… eu…
- Não sabe que não é permitido alterar a ordem estabelecida? Bom, adiante. Pagou através da conta nº 111222333, do BOP, não é verdade?
- Foi foi.
- E onde é que foi buscar o dinheiro?
- Bem, os meus rendimentos…
- Ah! Tem rendimentos! Bem me parecia. Aliás, não se iluda, consta da base de dados. Vamos investigar em pormenor.
- Qual base de dados?
- É aconselhável não me faltar ao respeito, muito menos às Instituições. Qual base de dados? Então você não sabe que há só uma?
- De facto…
- Adiante. Pediu recibo?
- Pois, bem, é o procedimento normal, não é?
- Concedo. E para que é que quer o recibo?
- Bom, eu, não é, enfim, as minhas contas…
- Aposto que quer deduzir os trinta Euros nos impostos.
- Bem, se for possível…
- Ouça lá, ó 333444555, você acha que eu sou parvo, ou quê?
- Eu, senhor fiscal, eu não acho nada.
- Pois pois, evasão e fraude fiscal. É o que você tem intenção de fazer.
- Eu… eu sou um sujeito cumpridor!
- Sujeito? Você não sabe que sujeito já não existe? Agora diz-se agente hermeniosético concomitante alternativo e homosincrético, conforme imposição da TLEBS. Não aprendeu isso na escola básica? É analfabeto?
- Bom… eu…
- Evasão e fraude. Crime, percebe? Você é um criminoso.
- Mas…
- Não precisa de dizer mais nada. Quem diz sou eu
O 777888999 rapa do PDA e pica notas.
- É só clicar aqui. A coisa vai direitinha ao procurador. De acordo com o Simplopliploplex, dentro de vinte e quatro horas está num campo de reeducação. É o tempo que tem para se despedir da família. Adeus.
 
A esperança que resta ao Zé da Silva é que o 777888999 aceite uma gorgeta para desclicar o clique. Mas isso não faz parte da história, para não alimentar boatos.
 
António Borges de Carvalho
EM TEMPO
“1984” era uma brincadeira de crianças.
 

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub