Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

A PATA NA POÇA

 

A pedido de várias famílias, vem o IRRITADO meter-se num grave sarilho, isto é, na história do senhor Sakozy e dos ciganos.

Já está a ouvir os gritos do pessoal, mas, mesmo assim, aí vai.

 

O erro fatal do Presidente francês não foi expulsar os ciganos, foi dizer que estava a expulsar ciganos. Segundo a moral vigente, isto não é aceitável, nem justificável. Convenhamos que com alguma razão. A raça há muito deixou de ser critério seja para o que for. E bem.

 

O senhor Sarkozy, ele próprio filho de imigrantes magiares, não pode, nem deve, expulsar comunidades. Mas pode, e deve, expulsar quem, sendo estrangeiro, se não rege pela lei e costumes do país, nem os aceita ou tolera, quem seja profissional da mendicidade, quem se “porte mal” vis-a-vis a lei em vigor, quem se encontre ilegalmente no território, quem cometa crimes, etc. Qualquer entidade soberana tem o direito de o fazer, nada havendo na lei nacional ou internacional que o impeça. Mas os critérios têm que ser estes, não o da raça ou da nacionalidade.

Assim, se o senhor Sarkozy tivesse ordenado uma “campanha” contra a presença de ilegais e de indesejáveis, estaria no seu direito. Se, “por acaso”, muitos desses fossem ciganos, que culpa tinha disso o senhor Sarkozy?

 

Não é verdade que, entre nós, a maioria dos mendigos, que alugam crianças, que enxameiam os semáforos, que aldrabam os cidadãos, são ciganos romenos? É. Nem o mais fanático defensor dos “direitos humanos” terá coragem para o negar. Teremos que os receber de braços abertos? Que os pôr a viver à custa da Segurança Social? Parece que não. Não por serem ciganos nem por serem romenos, mas porque são indesejáveis.  

 

Um senhor que é um cigano proeminente, presidente da câmara não sei de onde, veio à liça nos jornais dizer que a comunidade cigana portuguesa não gosta nem quer ser confundida com os ciganos estrangeiros que por aí vegetam a roubar, a mendigar, a aldrabar cada um.

Nem os ciganos os querem! Se os fossem buscar aos semáforos e os levassem ao aeroporto não seria “de direito”?

 

A tempestade parece amainar. A vibrante comissária europeia que disse cobras e lagartos do senhor Sarkozy já meteu o rabo entre as pernas. Tendo declarado, a propósito das expulsões em França, que “A Europa não quer voltara ver uma situação como a da II Guerra Mundial”, já veio espernear dizendo que jamais tinha dito tal coisa a propósito da França!

 

O que o senhor Sarkozy, agora, tem a fazer, é pegar numa molhada de indesejáveis e ilegais, brancos, pretos, amarelos, europeus, asiáticos, católicos, protestantes, muçulmanos, lituanos, russos, malteses, ugandeses, o que se queira (tem lá disso com fartura), e mandá-los de volta às origens. Desde que provadamente indesejáveis e/ou ilegais.

 

É tudo. A harpia de Bruxelas cala-se, os ciganos ficam “reabilitados”, e até pode ser que o senhor Sarkozy não faça mais asneiras.

 

20.9.10

 

António Borges de Carvalho

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D