Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

COPROFAGIA

 

O IRRITADO não tem por hábito ver telenovelas, nem concursos, nem festivais, nem talk shows, tudo coisas que, de um modo geral, considera ofensivas da mais elementar inteligência. Nem programas humorísticos vê, já que, passado o “pico” dos Gato Fedorento, são ainda mais estúpidos, chatos e rascas que os outros.

 

Há dias, porém, um amigo telefonou-lhe a dizer: Se queres irritar-te quase até ao suicídio, liga para a TVI.

 

O IRRITADO não resistiu, e ligou.

A Natureza comete erros dramáticos. Seres humanos há que não passam de monstros (Hitler, Estaline…), de gente repugnante (um tal Lagerfeld, aquele tipo da Christian Dior cujo nome não me ocorre…), de gente enganadora, de alma feia, de arrogância ilimitada e/ou sem escrúpulos (Pinto de Sousa, Pinto da Costa…), etc.

Porém, ao ver, durante uns escarros, perdão, durante uns escassos minutos, o que se estava a passar na TVI, o IRRITADO concluiu que havia tão mau, ou pior, a ser impingido às pessoas, a estragar as pessoas, a fazer troça das pessoas, num canal de televisão que se suporia ter um mínimo de responsabilidade e de respeito pelo semelhante.

Um grupo de seres humanos explorava, da forma mais ordinária, outros grupos de seres humanos, na bacoca e ordinária pretensão de comparar o incomparável, e de o vender às massas com pretensões antropológicas e cretinas.

Havia um matulão de chapéu a vomitar alarvidades, uma gorda a dizer disparates, outros de que o IRRITADO já se esqueceu. Um  sobressaia desta “elite” como palhaço de serviço, abaixo de cão, cretino, imbecil, merda absoluta em relativa forma humana, nem homem nem mulher nem antes pelo contrário, envergando trajos que troçavam dos pobres primitivos que são o bombo da festa dos canalhas e que estão a uma distância cósmica deles em termos de dignidade, um monstro a quem chamar ridículo seria um elogio, a exibir a sua boçal imbecilidade como se de troféu se tratasse, uma criatura abaixo de qualquer descrição.

 

Mas isso não é o pior da história. O pior da história é haver uma organização que paga a gente desta as suas exibições, monumentos de estupidez e de falta do mais elementar respeito por aqueles a quem propõe a sua bem paga trampa.

Pior ainda é haver quem, como o IRRITADO, perca um minuto que seja da sua vida para comer porcaria de tal ordem.  

 

21.5.11

 

António Borges de Carvalho

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub