Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

É COPIAR, VILANAGEM!

 

Uma das primeiras decisões do novo PM devia ser, manda a nossa indignação (não confundir com os “indignados”), pôr na rua a dona presidente da escola dos magistrados, toda a sua administração/direcção ou lá o que é, e mandar os alunos todos para casa.

Da mesma forma, conviria que os distintos magistrados pusessem a ferros o presidente do respectivo sindicato, que teve a ousadia de achar que o assunto do copianço era “escusado e lamentável”, em vez de tomar uma atitude menos motivada por meras considerações corporativas.

 

Tudo para a rua!, seria a única solução decente.

Mas não vai ser.

 

O sistema vai continuar. O primeiro sinal de “mudança” dado pelas hierarquias judiciárias e pelos respectivos “representantes” é comunicar, por palavras e atitudes, que vão fazer tudo o que estiver ao seu alcance para que não haja mudança nenhuma.

Sei que vão acusar-me de “fascista”. No entanto, não há quem não reconheça que o sistema de recrutamento de magistrados criado pela democracia não funciona nem nunca funcionou. A justiça “fascista” - à excepção dos plenários - era muito mais credível e inspirava muito mais confiança que a dos nossos dias. Os licenciados que quisessem entrar na magistratura começavam a sua vida profissional como procuradores ou adjuntos, andando de tribunal em tribunal por esse país fora. Aprendiam com a vida, com os truques da barra, com o mundo da burocracia judicial, ganhavam experiência e, passados uns anos, podiam ascender a juízes.

Hoje dá-se-lhes umas lições mais ou menos “expeditas” - como o caso do copianço demonstra à saciedade - e aí vão eles… Passam de estudantes copiadores a juízes enquanto o diabo esfrega um olho.

O resultado são os juízes de cueiros, que, às vezes, nem português sabem. E que, sem carecer de demonstração, não têm nem podem ter um mínimo de preparação sobre a vida e os seus meandros, não “marinaram” nas salas de audiência, isto se tiverem, o que é duvidoso, alguma preparação técnica para o exercício de uma profissão outrora prestigiante e hoje objecto da maior das desconfianças.

 

Vai ser mais fácil cumprir as metas do FMI do que por esta malta na ordem. 

 

21.6.11

 

António Borges de Carvalho

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D