Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

DA MALEDICÊNCIA NACIONAL

 

A imprensa do fim-de-semana vem a abarrotar de críticas ao novo governo. Um fartote. O chamado período de graça tem duas faces, ou duas graças.

Na privilegiada mente dos comentadores (Ricardo Costa, Alberto Gonçalves, aquele, julgo que do Porto, que diz que é liberal e cujo nome não sujará mais este blogue, mais uma data de inteligências…), tudo minha gente se atira às canelas do Primeiro-Ministro, dos Ministros, do que já fizeram e ainda não fizeram, tudo minha gente, se calhar com o vírus do Seguro e do Inseguro, tudo minha gente se esganiça, que o imposto isto, que o imposto aquilo, onde estão os cortes na despesa, etc., por aí fora.

As sondagens que têm aparecido dizem exactamente o contrário. É a outra face do período, ou a outra graça do período de graça. A maioria das pessoas acha que é cedo para começar a dizer mal, percebe que os rapazes ainda nem um mês tiveram, dá-lhes o benefício da dúvida que os opinadores – bem pagos! – nem um mês levaram a recusar. Os sondados acham que o imposto se atira mais a quem tem mais e pouco ou nada a quem tem menos, acham que o governo tem dado sinais positivos no que à despesa diz respeito, etc.

Mas isto não interessa. Os apressados escrevinhadores têm que fazer jus ao que recebem dos patrões. Estes querem frisson. O frisson é que vende.

 

O IRRITADO não faz a menor ideia do que vai suceder. Não sabe se o governo vai ser bom ou vai ser mau. Sabe que, para já, o governo tem um estilo que não tem nada a ver com a demagogia e a aldrabice a que, há seis anos, estávamos submetidos. Sabe que o programa da trempe não vai chegar. Acha que o novo imposto não espanta ninguém e faz um notável esforço redistributivo.

 

Já agora, também o IRRITADO vai dizer mal. Se não dissesse mal nem o nome merecia, não é? Então lá vai: é péssimo que o Primeiro-Ministro, em vez de anunciar a extinção de uns cem municípios, pelo menos, tenha dito que não lhes ia mexer. Só nas freguesias.

O IRRITADO espera que o senhor mude de ideias e que dê cabo dos tais cem, pelo menos, mais de umas três mil freguesias e, sobretudo, que não lhe passe pela cabeça essa tonteria da regionalização.  

 

17.7.11

 

António Borges de Carvalho

 

9 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D