Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

NEM O DIÓGENES NOS VALE!


I - A EDUCAÇÃO NACIONAL


As tropas do PC dos bigodes, “representantes” dos professores, fizeram uma espera ao primeiro-ministro.

Delicadamente, o tema do “encontro” estava expresso num enorme cartaz em que se chamava ladrão ao “encontrado”, bem como aos seus subordinados da educação e das finanças.

A decorar tão sugestiva e bem educada expressão de “sentimentos”, os três senhores objecto do insulto apareciam retratados com chapéus de cowboy e encimados pela parangona

 

PROCURAM-SE

 

Às vezes passamos por cartazes pendurados nos prédios dizendo vendem-se andares. Não falta quem diga que é coisa de patos bravos e gaioleiros que não sabem ler nem escrever.

Os nossos “professores” são piores que os gaioleiros. Fazem os mesmos erros, com a diferença que não têm desculpa.

Procuram-se”? Então o verbo concorda com o complemento directo em vez de concordar com o sujeito que, sendo indeterminado, é do singular, em português como em todas as línguas latinas e não latinas?

Eu sei que o sujeito, nas reformas “democráticas “ do ensino, deve chamar-se apito, e que o complemento directo é capaz de ser conhecido por algum impronunciável palavrão. Mas, que diabo, não deixam de ser o que são!

 

Como podemos nós exigir às gerações mais novas que saibam português, se quem os ensina faz públicos erros deste calibre?

Não seria de pôr na rua, com justa causa (incapacidade absoluta e irremediável para o exercício do cargo) todos os responsáveis pelo cartaz, a começar pelo PC dos bigodes?

 

Depois, punha-se um cartaz a dizer

 

PROCURA-SE

 

Seguido da frase:

 

Professores que saibam português

 

Podia decorar-se a coisa com um boneco do Diógenes, a sua velha lanterna em punho, no deserto, à procura de tão improváveis criaturas.

 

 

II - BOA EDUCAÇÃO E COERÊNCIA

 

Invectivado pelo PC dos bigodes, o PM fez uma extraordinária demonstração de serenidade. Conseguiu responder às difíceis questões do fulano sem se irritar, com a calma dos justos, sem qualquer assomo de demagogia. Explicou, com ar pedagógico mas não paternalista, as verdades que toda a gente sabe mas ninguém aceita quando as consequências do socretinismo lhe batem à porta.

Até disse, com o melhor dos sorrisos, que achava piada ao cartaz do “procuram-se”. Calculo a convicção com que o disse.

 

É evidente que o bigodes percebeu tudo, tim-tim por tim-tim. Mas não é da sua natureza perceber. Continuará a chamar os nomes que lhe vieram à cabeça, a fazer os desacatos morais que muito bem lhe apetecer, a convocar greves, manifestações e comícios, a andar pelo país a desestabilizar este mundo e o outro.

Que diabo, o ofício dele é esse, não é perceber o que se passa! Coerência, meus senhores, coerência!

 

13.9.11

 

António Borges de Carvalho

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D