Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

DA GUERRA SECRETA

 

O meu computador não tem palavras passe, nem protecções de nenhuma espécie. Se alguém aqui quiser entrar, carrega no botãozinho on/off e pronto, está no meu privadíssimo éter. É claro que se trata de uma máquina a que só os meus mais próximos terão acesso, e como não há nela segredos de especial, que se lixe.

Nos escritórios há muito quem afine pelo mesmo diapasão, excluindo-se os que não querem que o patrão saiba por onde andaram.

Quer isto dizer que grande parte dos PC’s, senão a maioria deles, está acessível a qualquer curioso.

 

Posto isto, qual é a lógica de andar a perder tempo com um inquérito destinado a averiguar tem terá acedido ao computador de um jornalista, a fim de copiar a factura do telemóvel? A lógica é nenhuma.

E, no entanto, levantou-se um clamor maluco sobre o assunto, ordenou-se inquéritos, reuniu-se comissões parlamentares, alimentou-se telejornais, encheu-se páginas e páginas na imprensa, cortou-se cabeças, tudo à custa dessa coisa extraordinária que é querer saber (uma exigência indeclinável da Pátria e da democracia, da transparência e da liberdade!) quem roubou a factura, alegadamente a pedido dos serviços secretos, os quais andavam à procura de quem, lá de dentro, dava ao tal jornalista informações tendentes a fazê-los deixar de ser… secretos.

Segundo o politicamente correcto confundiu-se os direitos dos jornalistas com os dos serviços secretos. Achou-se que os serviços secretos tinham mais direitos ao secretismo que os sacrossantos jornalistas. Tudo errado, tudo anti-democrático, tudo inconstitucional! Então não sabem que os jornalistas podem dizer o que quiserem sobre quem quiserem, e que nada nem ninguém tem o simples direito de lhes perguntar onde foram buscar a informação? Então não sabem que os jornalistas, como os do DN - para citar um só caso -, têm o direito de entrar no computador de quem muito bem lhes apetecer, tirar de lá a correspondência que lhes apetecer, publicá-la como lhes apetecer, influenciar o eleitorado como lhes apetecer, sem que haja investigações, nem inquéritos, nem comissões parlamentares, nem páginas de jornal nem tempos de antena, nem escândalo ou preocupação pública, nada? Então não sabe que os serviços secretos não têm nada que se pareça com tal direito?

 

O IRRITADO, que não tem nada a ver com o politicamente correcto, acha que o pessoal anda, há anos e anos, a ser enganado por parangonas e entretenhas absurdas.

Esta coisa dos serviços secretos foi longe demais. Com a colaboração activa dos órgãos de soberania, o que agrava o caso.

Tudo minha gente embrulhado no papel pardo das guerras do Balsemão contra o Vasconcelos e do Vasconcelos contra o Balsemão.

O que é que o pessoal tem com isso? Comam-se um ao outro! Vão para o raio que os parta, que o pessoal tem (ou devia ter) mais em que pensar!

 

26.9.11

 

António Borges de Carvalho

2 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D