Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

GALILEU APRÈS LA LETTRE

 

Aqui há tempos, dona Manuela resolveu dizer uma graça, mais ou menos inculcando que as críticas dos seus críticos só fariam sentido se se “suspendesse a democracia”. Era evidente que a senhora queria dizer o que disse, isto é, que havia medidas só possíveis se tal acontecesse. De forma nenhuma era sustentável que quisesse fazê-lo ou que achasse que tal se devia fazer. Mas a verrina nacional foi tonitruante: o que ela queria era voltar ao salazarismo, ao fascismo, à ditadura da II República. A malta ria, vituperava, insultava-a à vontade, sem peias. E, no entanto, ela tinha razão.

Na mesma época, dona Manuela era acusada de ser uma velha do Restelo, de andar a aterrorizar as pessoas, de querer ignorar que “havia vida para além do défice” e doutras coisas piores. E, no entanto, ela tinha carradas de razão, como o futuro veio a demonstrar à saciedade.

 

Agora, a mesma senhora, sobre o serviço de saúde, disse que, a partir de certa idade, havia tratamentos cujo alto preço implicava que quem pudesse e precisasse, teria que os pagar.

A verrina nacional interpreta que ela estava a fazer a defesa do fim dos tratamentos aos mais velhos, que punha em causa a sacrossanta instituição do serviço nacional de saúde, que quer matar as pessoas, que não passa de uma “ultraliberal” assanhada contra o povo, etc. E, no entanto, ela não dizia mais que a verdade, dura e crua: a concepção ultrasocialista do SNS tem os dias contados quer se queira quer não.

 

Apesar do fosso de desgraça em que o PS nos meteu e parece querer continuar a meter, certa malta - opinantes, pensadores, jornalistas, comentadores, partidos políticos e até umas dúzias de pessoas normais - continua a preferir à verdade as ilusões com que o pintodesousismo, durante mais de seis anos, lhes andou a lavar o cérebro.

Há gente para quem não há remédio. Se o SNS fosse rico, o IRRITADO aconselharia tratamentos gratuitos aos sindromas da fantasia e da patacoada cretina e enganosa.

Como não há dinheiro, a senhora continuará a ser uma espécie de Galileu do séc. XXI, e só não será condenada à morte porque os tempos são outros.     

 

16.1.12

 

António Borges de Carvalho

9 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub