Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

A CORTINA DE FUMO

Vale a pena, nem que seja pela última vez, folhear o número de Sábado desse desinteressante molho de papéis pintados com tinta que dá pelo nome de "Sol". O Primeiro Ministro encontrou, finalmente, o alinhamento perfeito com um jornal. Ele é o director que, pela segunda vez consecutiva, o incensa com as mais rasgadas loas e vitupera os ignaros que se têm dedicado a explorar o insignificante fait divers da sua mais que impecável licenciatura. Ele é um fulano, cujo nome me escapa, a quem é dada uma página inteira para fazer o mesmo. A fim de completar o bouquet, o molho de papéis foi buscar o conhecido socialista Freitas do Amaral, exemplo máximo de coerência e de firmeza de carácter, dando-lhe outra página para pôr Pinto de Sousa (Sócrates) no altar dos sábios. O senhor Lima, fulano que se dedica - deve viver disso - há para aí três anos, a dizer mal de Santana Lopes, viu-se à rasca para voltar à carga. Mas era preciso desviar as atenções. Que fazer? E aí vai ele buscar o túnel do Marquês: que a coisa não vai funcionar, que vai ser uma confusão, e por aí fora. Como a última aparição de Santana Lopes foi para dizer que o PM devia ter ido ao parlamento em vez de ir à RTP, e como se trata de uma verdade inatacável, havia que ir buscar outra coisa qualquer. Foi o túnel, pronto, para a semana arranja-se mais. A história do lobo e do cordeiro em versão século XXI.

Tão badalhoco como isto, é o comportamento da restante "informação", soit disant à procura da verdade, mas num louco afã para a esconder. Enredadas as pessoas na exploração de todos os detalhes e pormenores de coisinhas e coisetas, distraídas com feitos e desfeitos das universidades, tropeçantes em inquéritos e investigações, nem sequer percebem que lhes tapam os olhos com uma cortina de fumo, a ocultar o que, politicamente, é importante: o facto, indesmentido, indesmentível, impróprio de um PM, que as aldrabices do senhor pinto de Sousa (Sócrates) em relação a si próprio constitui. A cortina de fumo adensa-se a cada dado novo. O PM, protegido pelos medos da oposição (oposição?!), pela incompetência da imprensa em geral, pelo apoio do "Sol", pela benevolência de SEPIIIRPPDAACS, vê os seus pecados progressivamente obnubilados e transformados em falhas burocráticas e trapalhadas das universidades.

Não tarda que Pinto de Sousa saia disto tudo como uma vítima, e um herói. Em matéria de manipulação, estamos conversados. Há que lhe tirar o chapéu.

António Borges de Carvalho

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub