Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

CUIDADO COM O TECLADO

 

Farto de pagar fortunas a um dentista “clássico”, o IRRITADO, ao ver num centro comercial uma loja de dentistas, achou que era uma possibilidade de se livrar das gigantescas facturas do seu fornecedor habitual.

Ora vamos lé experimentar. Entrou, e disse à menina que queria fazer uma limpeza aos dentes de baixo. A menina procedeu à identificação do paciente, nome, morada, email, telefone, uma data de coisas.

Passados uns dez minutos, foi o IRRITADO metido num gabinete onde estava uma jovem baixota, mais ou menos feia - a “doutora” - e uma louraça, estilo alterne – a “enfermeira”.

Após a colocação do habitual guardanapinho, a “doutora”, munida do instrumental da ordem, debruçou-se sobre o IRRITADO. Tinha a coisa que serve para tapar a boca (dela) descaída. Pôs-se ao trabalho. A boca (dela), que respirava direitinha ao nariz do paciente – devia ter o nariz entupido - cheirava a cano que tresandava. O IRRITADO passou a “senhor António”, você para aqui, você para ali.

         Ao contrário do que é seu hábito, conteve-se. A miúda é uma desgraçada qualquer, está a ver se ganha uns cobres, deixa-a ser primitiva.

Finda a sessão, dirigiu-se ao balcão e pagou cinquenta euros pela coisa. Cheio de vómitos provocados pelo bafo, quis sair dali o mais depressa possível.

Eis senão quando, surge um matulão de bata branca, algum “doutor”, pensou o IRRITADO. O homem convidou-o a sentar-se num cubículo e, do alto de uma secretária de executivo, disse de sua justiça. Você precisa de uns dentes novos, coisa que faremos da melhor vontade. Acrescentou a descrição técnico-científica das obras a realizar, tipo reabilitação urbana, cirurgia, parafusos, colas, moldes, o diacho. O IRRITADO, humildemente, perguntou quanto custava tal e tão alta aplicação da mais moderna cirurgia.

Uns quinze mil euros, disse o calmeirão.

Conteve-se mais uma vez. Nem pense!, balbuciou.

A personagem, imperturbável, começou então a explicar que, para obviar às dificuldades financeiras do IRRITADO, tinha à disposição um programa, patrocinado por uma sociedade da especialidade, a qual, mediante a assinatura de um empréstimo, providenciaria o dinheiro, sendo este pago em 48 meses, com 17% de juros. Uma pechincha!

O IRRITADO conteve-se outra vez. Disse que ia pensar, e saiu pela porta fora a todo o galope.

Quando chegou a casa foi ver-se ao espelho. Pela módica quantia de cinquenta euros mais uns “vocês” e uns “senhor António”, mais uns bafos no nariz, os dentes estavam tão castanhos como antes do “tratamento”.

Conclusão: tratava-se de um negócio financeiro, tipo conto do vigário.

 

Parece que anda para aí uma “entidade” qualquer a fiscalizar, multar e fechar tascas deste tipo. Ainda bem. Quanto ao IRRITADO, continua com os seus preciosos dentinhos, naturais e postiços, e vai juntar umas massas para uma limpeza no “clássico.

 

10.3.12

 

António Borges de Carvalho

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub