Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

CARTA ABERTA AO PRIMEIRO-MINISTRO

 

Senhor Primeiro-Ministro, Excelência

 

Tem o IRRITADO a maior das mágoas ao escrever-lhe esta cartinha.

Vossa Excelência é uma pessoa séria. O seu governo é um governo sério. Tem arrostado corajosamente com a atmosfera de guerrilha, ideológica e totalitária da parte de uns, estúpida q. b. de outros, com a contestação das corporações que acham que a austeridade é boa para os outros, com o ataque, a propósito de tudo e de nada, por parte de comentadores, sindicatos e opiniões diversas. Os seus ministros são também pessoas sérias e corajosas, e mesmo a super-ministro Cristas, com o seu socialismo “democrata-cristão”, apesar das asneiras que já fez não é má pessoa e até pode ser que venha a safar-se.

Posto isto, é natural que o objectivo desta seja defendê-lo, o que muito me honra.

Ora a manutenção em funções do seu amigo Miguel Relvas é, indiscutivelmente, fonte de descrédito para si, para o seu governo e para o país. Não entrarei em considerações sobre as pessegadas em que se tem metido, já glosadas com o maior dos gozos pelos seus inimigos e por muito boa gente que, não sendo sua inimiga, acha o que o IRRITADO acha.

Sejam quais forem as culpas ou não culpas do senhor Relvas, o facto é que não há uma só razão para o manter em funções. Que sejam amigos, muito bem. Mas a amizade pessoal não deve servir para segurar uma pessoa detestada e troçada por toda a gente, uma pessoa cujo “estatuto” se confunde cada vez mais com o do senhor Pinto de Sousa, quer dizer, é olhado como aldrabão e oportunista, não interessa se com razão (há tantas!) ou sem ela. Tem, também, dado mostras de similitudes de carácter com o Pinto de Sousa, o que devia abonar, imediatamente, em favor do seu regresso a outras funções, mais pacíficas, menos exigentes e menos expostas.

Dizem que o senhor Relvas é indispensável, em termos partidários. Permita, senhor Primeiro-Ministro que lhe diga que, mesmo dentro do seu partido, as mais das gentes anseiam por vê-lo – ao Relvas - fora do governo. Não queira, senhor Primeiro-Ministro, que seja quem for tenha contra si e contra o seu partido os mesmos argumentos que tinha contra o PS nos indignos e aberrantes tempos do exilado do seizième.

Há momentos na vida de cada um em que mais vale sacrificar um parceiro do que poder ser acusado de cobarde.

É, antes de mais, pela sua dignidade pessoal que lhe peço acabe com esta horrível situação, já que o causador dela parece não ter um espelho lá em casa.

 

Com os melhores cumprimentos

 

IRRITADO

 

8.7.12

 

António Borges de Carvalho

8 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub