Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

MALES DO MUNDO


Porque foi Obama eleito há quatro anos? Porque: a) é mulato, b) tem o dom da palavra, c) fez promessas aos pontapés.


Agora, depois quatro anos sem cumprir, nem aquelas que estavam na sua exclusiva mão, como a história de Guantanamo,(diz que a culpa é do congresso) ou  como a retirada do Iraque, nem as outras, como a descida do défice, a criação de emprego, a celebérrima reforma do health care e tantas outras, volta a apresentar-se aos eleitores guardando como trunfos, já não velhas ou novas promessas, mas explorando à saciedade as alíneas a) e b). De resto, a sua obra está à vista. No exterior, não resolveu um único problema. Debate-se com os que herdou e arranjou mais uns. Internamente, conseguiu malcontentar os que dele tudo esperavam e pouco ou nada obtiveram. Resta, pois, a verve, a cor e a mulher, esta com jeito para a popularidade e para dizer umas coisas à multidão.

Tem outro importante trunfo. O adversário que, além de pertencer a uma seita religiosa que causa as maiores dúvidas, se apoia no que há de ideologicamente mais retrógrado, o que lhe torna virtualmente impossível conquistar votos no campo do presidente. Internacionalmente  mais “agessivo” (parole parole) , internamente mais conservador (de quê, se até aceita certas “reformas” do adversário, nem que seja para americano ver?).

Desgraçadamente para ele, o politicamente correcto, lá como cá, tem uma força tremenda. Bush foi mau por causa do Katrina (cujos vestígios já são raros), Obama é um herói por causa do Sandy. Como cá, todos os dias, com tudo. Citemos um exemplo comezinho, triste se não fosse ridículo: em São Tomé, em visita formal, Soares pôs-se em fato de banho e, perante os engravatados dignitários locais, foi dar uma mergulhaça nas salsas e tépidas ondas: para os media, um herói. Mais tarde, em férias, Cavaco subiu a um coqueiro: para os mesmos, uma atitude patética, risível e indigna. Se o governo socialista corta verbas no Estado “social”, coitado, não havia outra solução. Se o governo não é de esquerda, então tais cortes são um crime de lesa-pátria, uma coisa “salazarenta” até, pelo menos na opinião de dos maiores alarves a que a nossa democracia dá guarida. E assim por diante.

Romney é vítima da mesma “correcção”. Não se pense, porém – as sondagens são claras – que os americanos reagem como os “progressistas” europeus.


Obama, entre nós, seria um reaccionário dos piores. O que não impede a nossa pobre intelligentsia de o considerar um revolucionário e de lhe tecer as maiores loas. Saloios!

O problema da América é o mesmo que o nosso. Mais cedo ou mais tarde, o défice, a dívida,  a austeridade, caem-lhe em cima. E se o dólar entrar em colapso, o que não é tão impossível como possa parecer? Hecatombe americana, hecatombe universal.

Trunfo será a inesgotável capacidade de trabalho dos americanos, a resiliência das suas estruturas sociais, a espantosa vitalidade da sua sociedade civil. Mas, por muitos anos e maus, as coisas vão ser difícies.

Com Obama ou com Romney.


Venha o diabo e escolha.

 

5.11.12

 

António Borges de Carvalho

4 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub