Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

PALHAÇADAS

 

Se calhar não vale a pena uma pessoa perder tempo com a bojarda do Tavares, Miguel Sousa. Mas a irritação é muita.

O fulano não tem nada de estúpido. Não tem a quem sair estúpido, ainda que fique a uma distância cósmica de seus ilustres progenitores.

De certa forma, é bem pior que estúpido: petulante, pesporrente, convencido, dono de uma data de verdades, senhor de uma ímpar capacidade para julgar terceiros do alto de um trono que fabricou para assento próprio, com laivos de Torquemada, espírito cunhaleiro, a tocar teclas, sempre as mesmas, que tangem as cordas de um politicamente correcto de cartilha e fazem inveja aos que gostam do poder absoluto.  

Por mais voltas que o homem dê – e está farto de as dar – é insofismável facto que chamou palhaço ao Presidente da República. Sem rodriguinhos nem “contextos” que o salvem. Flagrante crime público de injúria, como tal devidamente caracterizado no Código Penal. Se houvesse Justiça – com letra grande – seria julgado e condenado sumariamente. É, porém, capaz de não haver tal coisa. Uma chusma de opinadores, juristas(!), políticos, jornalistas et alia, desataram em doutas considerações ilibatórias, que tocam as raias da ignorância ou da loucura.

O presidente da República tem sido alvo de acerbas críticas, umas acertadas outras não, umas objectivas outras fruto de preconceito e malquerença. Mas, que diabo, há limites, limites que a Lei contempla e o bom senso exige.

Se a importantíssima criatura se safar desta, então, meus amigos, o país estará de tal maneira doente que, mesmo que saia da crise económica e financeira, ficará mergulhado numa crise mental e civilizacional de ciclópicas dimensões.    

E já lá vão, perdidos, uns dez minutos.

 

25.5.13

 

António Borges de Carvalho

9 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub