Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

BELMIRO DE AZEVEDO E O "PÚBLICO"

 

Malveira da Serra, 8 de Junho de 2013

 

 

Excelentíssimo Senhor Engenheiro Belmiro de Azevedo

Excelência

 

É Vossa Excelência um industrial e um comerciante de merecido renome. Felizmente, parece que não se dedica à especulação financeira, não anda a pavonear-se na “sociedade”, não usa exibir helicópteros, aviões, iates, carros de futebolista ou outras martigalas do género. Não se baixa perante governos nem anda de mão estendida à cata de dinheiro público. Parabéns.

 

No seu poderoso grupo, tem Vossa Excelência um jornal que, apesar de privado, ostenta o estranho nome de “Público”. O jornal nasceu sob a batuta de um curioso esquerdóide, um tal Silva, que, noutros locais, ainda hoje maça as pessoas com os seus contorcidos raciocínios. Dada a relativa moderação desses primeiros tempos – que atribuí à influência de Vossa Excelência – o jornal, apesar de próximo do PS, manteve alguma independência. Depois, e em boa hora, resolveu Vossa Excelência substituir o Silva pelo Fernandes, o que muito contribuiu para o prestígio da marca, ainda que mantendo a porta aberta a influências plurais.

Há algum tempo, porém, foi o jornal entregue a uma senhora que depressa o transformou, quase totalmente, em instrumento de eleição do socialismo nacional nas suas diversas vertentes e versões, ou seja, num mero porta-voz da oposição ao actual governo.

 

Atente Vossa Excelência, por exemplo, na edição de hoje. Dando de barato o editorial – destinado a louvar a greve dos professores e a dizer que a mesma é culpa “caos” instalado pelo governo(!) – toda a opinião publicada vai na mesma onda: Pacheco Pereira, despeitado opinador e marioneta voluntária das organizações soaristas, dedica uma página inteira a descascar no líder do seu próprio partido, uma cassete já gasta mas que ainda mexe; a dona S.J. Almeida exerce as suas demolidoras e quase diárias funções; uma tal Joana e um César Israel Paulo(!) zurzem no Crato; os senhores Freitas e Estanque afinam pela extinção do estado “Social”, afirmado que se trata de objectivo de ouro do governo; o intolerável Junqueiro produz uma das suas habituais quão burras diatribes. Safa-se o MEC, que escreve sobre macacos propriamente ditos, de baixa estatura.

Só falta pôr na rua o Fernandes, praticamente o único opinador que não toca o mesmo gramofone. A continuar neste caminho, pouco deve faltar.

Isto no que diz respeito à opinião do jornal e à escolha de opinadores. Se Vossa Excelência se dedicar a ler as “notícias” terá, certamente, surpresas do mesmo jaez.

 

Compreender-se-ia tudo isto sem dificuldade se, no seu livro de estilo, o jornal declarasse que se destina a defender o socialismo e apaniguados de todas as cores e feitios. Não enganaria o povo declarando-se democrático e pluralista. É comum nos países civilizados que os jornais tenham cor, daí não vindo mal ao mundo nem se enganando as pessoas. Sei que, por cá, tal não é uso, mas é um intolerável abuso que a coisa se pratique sem que seja declarada.

 

Daqui venho fazer um humilde apelo a Vossa Excelência: se quiser manter o jornal nesta onda, mude-lhe o nome. Em vez de “Público”, designação em si absurda, chame-lhe “Diário Socialista”, “Correio da Esquerda”, ou coisa que o valha. Poderá, assim, a senhora directora continuar a sua prosélita missão sem enganar o leitor com falsos democratismos e pluralismos aldrabões. Essa gente que mostre a cara, raio!

É evidente que Vossa Excelência, queira ou não queira, é o culpado da situação a que o seu jornal foi conduzido. Por isso que, em alternativa, lhe sugiro: ponha tal gente na ordem, a directora na rua, e o jornal nos varais.

 

Disse.

 

Com os melhores cumprimentos

 

IRRITADO

 

8.6.13

 

António Borges de Carvalho

5 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub