Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

COSTA, A MÃE, A AVENIDA E A LIBERDADE

O IRRITADO está preocupadíssimo com a situação a que o Costa levou a própria mãe. Segundo confessa, a Senhora queixa-se de já não poder ir à Avenida da Liberdade.

Porquê? Por causa das “reformas” que o seu ilustre rebento introduziu na zona. Mas o rebento esclarece: “o meu objectivo é que as pessoas não vão lá de carro”. Nem a própria mãe, senhora com certeza de provecta idade!

Segundo diz, instalou o caos na Avenida com um nobre objectivo: a defesa da “saúde pública”. É por isso, diz ele, que podemos ir à Avenida, “não podemos é ir de carro”.

 

Tudo isto seria risível, se não fosse tão estúpido. Há muitos anos, ouviu o IRRITADO dizer a um dos mais ferozes apaniguados do Costa que, se continuassem a subir as cércias da avenida, todas as árvores morreriam. Passaram décadas, as cércias subiram, as árvores lá estão. Aliás, resistem muito melhor aos prédios e aos carros que à ausência de cuidado e tratamento por parte do Costa e da sua câmara. Porque não será o mesmo com as pessoas, é coisa difícil de entender.

 

O homem quer que as pessoas andem de transportes públicos. Muito bem. O IRRITADO é um fan dos transportes públicos, e usa-os quando não há greve. Mas, se o Costa quer que as pessoas andem de transportes públicos em alternativa aos carros, então melhore os transportes públicos em vez de os pôr às voltinhas no Marquês. Então mude a sinalética do metropolitano, transporte mais complicado em Lisboa que em Londres ou Paris. Então faça alguma coisa para convencer as pessoas, sem precisar de lhes cercear a liberdade, ainda por cima na avenida da dita.

 

Resta o absurdo de andar a apoiar a pululação de lojas e hotéis de luxo na avenida, e depois contar que os milionários que lá fazem compras vão de autocarro.

 

O nosso Costa terá uma desculpa, uma vez que parece não ser doido. É que os seus mais próximos áulicos (Roseta e Fernandes, por exemplo) parecem não gozar do juízo todo.

 

Só mais um pequeno apontamento. Para se “justificar”, o nosso homem, à semelhança dos camaradas Castro e Chávez, fez, à nossa custa, um discurso de duas horas! Muita gente deu à sola antes do fim. Mas todos foram para casa com noventa páginas de gabarolice, devidamente ilustradas com fotografias e gráficos. Valha-nos isso.

 

8.6.13

 

António Borges de Carvalho

1 comentário

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub