Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

CENSÓRIAS VERDURAS

 

Uma formidável originalidade do nosso sistema é-nos mostrada pelo anúncio de mais uma moção de censura.

No tempo em que ainda havia algum juízo em Portugal, dava-se à moção de censura um respeitável peso institucional. Houve até quem insistisse na criação da chamada “moção de censura construtiva”, coisa que implicaria que os seus autores só pudessem provocar, ou tentar provocar, a queda do governo, se propusessem um governo alternativo. Tal ideia nunca “passou”, já que seria mais difícil utilizar o instrumento para efeitos de mero exibicionismo parlamentar.

 

Desta vez, por virtude de estrambólicos regulamentos, regimentos, etc., chega-se ao ponto de haver uma moção de censura apresentada por um partido que toda a gente sabe jamais existiu. É público e notório que nunca passou de mero artifício do PC, uma espécie de “secção” destinada a fazer desaparecer a foice e o martelo dos cartazes eleitorais e a quem o “criador” atribuiu dois lugares no Parlamento.

Os tais chamados “Verdes” jamais se preocuparam com o ambiente, nem para isso foram tirados da cartola pelo PC. Destinam-se, como é evidente, a aumentar os tempos de debate do partido, a meter mais uns PêCês nas comissões, nas reuniões de líderes, etc. e, como se vê agora, a chegar (com dois deputados!) ao ponto de dar ao PC a oportunidade de apresentar duas moções de censura na mesma sessão legislativa! 

 

Maior trafulhice é difícil de imaginar. Mas é “regimental”, “legal”, um “direito”, em suma, mais uma loucura. Como se houvesse poucas!

 

12.7.13

 

António Borges de Carvalho

10 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub