Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

PROTAGONISMOS

Ontem, as parangonas dos jornais ditos “de referência” (não se sabe o que isto quer dizer, mas fica bem) proclamavam que as universidades tinham sido, pelo governo, proibidas de aumentar as receitas próprias. Muita gente, achou, e com razão, que o governo não estava bom da cabeça.

O IRRITADO ficou siderado. Então, e a desejável independência do ensino universitário? Letra morta? E a colaboração com a economia, os programas internacionais de investigação, tudo o que poderia encaminhar o ensino superior público para uma filosofia mais privada passava a ter limites de receita? Alguém devia estar a gozar com o pagode.

Os Magníficos Reitores das universidades reuniram de emergência. Depois, chamaram os media para, urbi et orbe, proclamar a sua justa indignação. O IRRITADO achou bem. Uma decisão inexplicável e burra do governo.

Pela calada da noite, resolveu o IRRITADO ir às letras mais pequenas. O que encontrou foi isto: os tipos do orçamento impõem que “o crescimento da receita superior ao valor de 2012 está sujeito a uma explicação detalhada assente nos factores de mercado ou incremento dos factores internos que o justificam’”. Dando de barato o hermético linguarejar dos tipos das finanças, o IRRITADO não consegue vislumbrar onde está a proibição de aumentar as receitas próprias. Ou o IRRITADO é burro, ou não está lá nada disso. O que está é a, pelo menos aparentemente absurda, criação de uma fiscalização especial para os tais aumentos de receita.

Aqui há tempos, lembram-se?, os mesmos Magníficos fizeram um escarcéu dos diabos porque o governo atrasou por uma semana os pagamentos das cantinas.  Ai Jesus, que os alunos vão padecer arrasadoras fomes, ai que os fornecedores não aguentam oito dias, ai ai ai. Como é evidente, não havia problema de espécie nenhuma. O problema era termos um grupo de Magníficos ansiosos de mediática promoção e cheios de rancor ao poder político.

Agora, estamos na mesma. Ou o IRRITADO não sabe ler, ou não houve proibição nenhuma. O que há, e que não tem explicação pelo menos para as pessoas normais, é uma vigilância acrescida, eventualmente um estorvo, sobre uma coisa que todos, a começar pelo governo, deviam desejar aumentasse sem outros entraves que não os da decência, da honestidade e do serviço do ensino, da investigação e da economia. Coisa que não justifica, antes torna redondamente falsas as parangonas dos jornais, bem como completamente desproporcionadas as movimentações dos Magníficos Reitores.

Do assento etéreo das suas cátedras descem às vergonhosas profundezas do bigodes ou da Avoila!

Para quê? Politiquice ou ânsia de notoriedade pessoal?

 

28.8.13

 

António Borges de Carvalho

5 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D