Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

NUMEROLOGIA SOCRÉLFIA

Sua excelência o primeiro-ministro manifestou o seu contentamento pelos números, há dias divulgados, do desemprego. Foi tal a trapalhada que arranjou para justificar o seu regozijo, que o Irritado não é capaz de a reproduzir sem pôr em risco a própria saúde mental.
Já toda a gente sabe que a promessa dos cento e cinquenta mil novos empregos era pura fantasia, eufemismo que, caridosamente, se pode usar para encobrir a demagogia e o populismo. Só não se percebe porque é que o Dr. Santana Lopes, que não prometeu nada disso, há-de ser populista, e o senhor Pinto de Sousa (Sócrates), que tal e tão aldrabófona promessa andou a fazer, para além de muitas outras do mesmo jaez, continua, nas bocas da “informação”, a não o ser. Mas isto é um detalhe sem importância. Sabe-se do que a casa gasta.
Vem agora a lume que, desde a tomada de posse deste governo, só em empregos qualificados, já se perdeu 167.000, e que a percentagem de empregos não qualificados, em relação ao total, subiu, no mesmo período, 3%.
Para o senhor Pinto de Sousa, estes números constituirão mais um motivo de alegria e de orgulho do dever cumprido. Vai ser vê-lo, a dar a volta ao texto, a pôr tudo de pernas para o ar, e a gabar-se do feito.
Nós perguntamo-nos para que serve o choque tecnológico, os contratos com o Gates, as parangonas do MIT, os computadores para o povo, etc. Convenhamos que, em si, não são coisas más. O que é mau em si é que o senhor Pinto de Sousa ainda não tenha percebido que não é a aumentar impostos que se relança a economia, que o aumento do desemprego pode não ser tão gravoso como isso se significar, como significou em Espanha, uma mudança qualitativa dos meios de produção, e que não há, no mundo, sociedade ou economia que reaja positivamente quando a causticam com impostos, ameaças e constrangimentos.
Mais grave do que isto, meus caros, é que o senhor Pinto de Sousa (na ilustre companhia do Dr. Sampaio) tenha defendido estas ideias quando se tratava de pôr em causa as políticas de contenção orçamental dos governos anteriores, defendendo agora exactamente o contrário.
Vale tudo, neste pobre país de cegos e de parolos.
 
Uma perguntinha final: como é possível que o líder da oposição, o qual, pela ordem natural das coisas, era suposto opor-se, vem dar uma ajudinha dizendo que baixar impostos, nem pensar?
 
António Borges de Carvalho
Notinha de rodapé
Então não é que o ilustrérrimo ministro das finanças que temos foi classificado pelo Finantial Times com o segundo pior da zona euro? Injustíssima coisa! Estes tipos devem andar a dormir. Hi, hi, hi!

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub