Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

À CAÇA DE BERBICACHOS

Temos pela frente uma nova doença psiquiátrica, cujos sintomas, entre outros, são evidentemente galopantes nas meninges do nosso afamado primeiro-ministro.

Na sua cruzada a favor do medo e da ruína, sua excelência encontrou o seguinte “berbicacho”: rezam os jornais, todos eles adeptos dos ditos (primeiro-ministro e berbicacho), que, em dezoito milhões de vacinados com a astrazeneca (raio de nome), houve trinta que desenvolveram coágulos sanguíneos.

Uma pequena conta leva a concluir que o berbicacho do senhor primeiro-ministro equivale a cerca de 0,00002% (calculado por excesso) dos tais vacinados. Parece que houve 7 mortos. Ou seja, se você tiver muito, muito azar, poderá morrer com um AVC, o que, acrescentado um zero à direita, quererá dizer o que você calcular, se quiser exercitar mais o bestunto do que o fez sua excelência.

Acresce que ninguém, muito menos tão alta figura, terá feito a seguinte pergunta: em 18.000.000 de pessoas, com uma média de idade que rondará os 70 anos, quantos haverá que não tenham coágulos sanguíneos? Devo dizer que não conheço nenhum, eu incluído.

Só uma besta quadrada é capaz de pôr a uma vacina as culpas da morte, por AVC, de sete pessoas em dezoito milhões.

Mas é do que, por cá, a casa gasta. O que importa à inteligência do primeiro-ministro é a propagação do terror, a ver se ficamos todos tão inteligentes como ele.

Antigamente, caçava-se gambozinos. Hoje, a caça é aos berbicachos, o que é mais ou menos a mesma coisa.

 

7.4.21      

1 comentário

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub