Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

A VERDADE É UMA BATATA

 

Num jornal de ontem, havia uma local com o seguinte título: “Portugal recua décadas na ciência”. No mesmo jornal, noutra página, o título, sobre o mesmo assunto era: “Não houve desinvestimento na ciência”.

Na primeira notícia, citava-se um ilustre professor que afirmava que estamos a assistir a um processo “nefasto e muito perigoso” motivado pelo "desinvestimento na investigação científica", dado que "as bolsas da Fundação para a Ciência e Tecnologia sofreram um corte de mais de metade".

A segunda, que referia as afirmações de outro professor, aliás presidente da fundação em causa, afirmava que “não houve desinvestimento na ciência”. O investimento da FCT até cresceu, de 401 milhões em 2012 para 424 em 2013. Além disso temos “capacidade para de captar investimento europeu... na investigação científica há "muitos componentes, bolsas, emprego científico, unidades financiadas pela FCT e infraestruturas”. E “os números das bolsas individuais não reflectem o universo de bolseiros que financiamos em 2013 e que vamos financiar em 2014”.

 

Em que ficamos? O IRRITADO, que sabe tanto de bolsas como de paquistanês, fica perplexo. Será que tudo isto não passa de politiquice? Será que um dos ilustres professores gosta do governo e outro da oposição? Será que têm ideias diferentes quanto à concessão de bolsas? Se é facto que o financiamento aumentou, ainda que só 5% , estamos perante critérios opostos de aplicação da massa?

Não se sabe. Será muita areia para a nossa camionete? Talvez. Mas dá ideia que os distintos professores, ou pelo menos um deles, deviam explicar-se mais um bocadinho.

Ou então a verdade é uma batata.

 

18.1.14

 

António Borges de Carvalho

3 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub