Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

ALGO DE NOVO

Não sei se com alegria se com tristeza, o 44 viu-se corrido das primeiras páginas. A saga entediante dos bichos-careta da informação sobre a sua distinta personalidade levou com a rolha do Ricardo Salgado. Agora, o que está a dar é o antigo DDT e o seu bem-amado primo. Quem terá razão? Não falta quem opine, desopine, teça considerações da mais diversa ordem, se entretenha a ajuizar, quem mentiu, quem não mentiu, quem tem ou não tem razão. Provavelmente mentiram os dois, disseram os dois a verdade, têm razão os dois, nem um nem outro a tem. O IRRITADO não faz ideia, não percebe nada, não se mete nestes sarilhos.

Um paralelo e uma diferença.

Paralelo: talvez não por acaso, o caso do Salgado é da família do do 44. Fazem os dois o mesmo tipo de discurso. Ambos são, na opinião própria, umas angélicas criaturas perseguidas por alcateias de lobos esfaimados. As culpas, a havê-las, são do governo, dos polícias, dos políticos intriguistas, da mulher da limpeza, das cabalas, dos astros.

Parece que ambos cairam na cama que fizeram. Não por acaso eram parceiros em tanta coisa, e tanta coisa lhes caiu em cima. Unidos na glória, unidos na desgraça.

Diferença: a dos tempos. Antes, o governo do 44 e sua gente dedicava-se a ir a correr, com o nosso dinheirinho, apagar os fogos que outros atearam. Tal caríssima fantochada parece ter os dias contados. Quem paga? Resposta: quem arriscou em “produtos tóxicos”, como acções/obrigações do BES. É dos livros que quem não arrisca não petisca. Mas também o é que quem arrisca, arrisca. Desta, quem não arriscou, safou-se. Quem arriscou lixou-se. C’est la vie. Mesmo que os demais venham a pagar, será alguma coisinha, não milhares de milhões. É a diferença.

Outra diferença: a que há entre um governo que se metia em tudo e outro que procura só se meter onde é chamado - mesmo assim, na opinião do IRRITADO, que é um ultraneohiperliberal, ainda se mete em muitas em que se não devia meter.

Outra ainda: as autoridades judiciais davam cobertura a tudo e mais alguma coisa, queimavam provas, arquivavam o que conviesse a um governo metediço. Isso também acabou.

Ficará para um futuro longínquo saber se Salgado e/ou Ricciardi são uns anjos ou uns demónios, ou nem uma coisa nem outra. Para já, engalfinhem-se como entenderem, que é do que a malta gosta. Pelo menos até que outra bronca qualquer dê de comer a quem vive destas coisas. Antes isto que a casa dos segredos, xiça!

Que tenham as boas-festas que merecem.

 

11.12.14

 

António Borges de Carvalho

3 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub