Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

BAIXEZAS

 

O Oco II, ou camarada Costa, queixou-se amargamente, coitadinho, dos “ataques muito baixos” do Oco I, ou camarada Seguro.

São “inúmeros os ataques” que têm sido dirigidos ao Oco II por parte do Oco I, “dos seus apoiantes” e de “um conjunto de mercenários que trabalham sob a capa de agências de comunicação”. É brutal, não acham?

Além das queixinhas, o Oco II diz que ouviu o Oco I “despejar 80 medidas a 8 dias de umas eleições”, sem “apresentar uma visão estratégica” sobre “a correcção dos efeitos assimétricos do euro” ou sobre “um programa de recuperação que suceda ao programa de ajustamento”. Afirma também o Oco II que o seu mandato na CML é, ao contrário do que diz o insultante, “uma questão bastante prematura”. O homem (Oco II) quer “levar a cabo um compromisso para a década”, “uma mudança radical na atitude perante a Europa”, “uma reformulação do euro”, “uma agenda para o emprego” e “uma maioria absoluta”. E, no auge do esplendor da sua inteligência, diz que os votos que teve para a CML não eram para a CML, eram para primeiro-ministro ou para Presidente da República. Votaram nele, acentua, “para me dar força para assumir outras responsabilidades”. Mais reles, mais aldrabão, mais repetitivo não é possível.

O IRRITADO ficou esmagado com estes alardes de inteligência. Estamos perante aquilo a que, com a mais profunda caridade, se pode chamar um saco cheio de vento. Primeiro, o homem acha-se vítima das maiores vilanias do Oco I, cuja existência política foi ele o primeiro a, vilmente, pôr em causa. Deve estar a ver-se ao espelho e a achar-se parecido com a Madre Teresa. Com uma diferença: ela nunca foi baixamente atacada. Ele, ao contrário, sente-se aviltado por aqueles a quem aviltou. É de estalo.

Verdade é que nem um nem outro (nem a tenebrosa organização a que pertencem) valem a ponta de um chanfalho. Vão chamando nomes um ao outro porque um diz A e o outro A diz. E a organização, no meio da bagunça, também diz A de um lado e do outro. Lindo!

Mentira, em que não poucos – os de dentro e os simpatizantes – vão gostosamente navegando é esta: trata-se de “eleger” um tipo para um cargo para o qual, interna ou externamente, jamais haverá eleição alguma ou eleito algum. Por um lado, devem querer meter na cabeça dos ignaros que o PM tem que vir a ser do PS (talvez seja a única intenção), por outro que a opção política das pessoas se limita a escolher um ou outro, por mais ocos que sejam, mas do partido!

Estranho é que não haja por aí nenhuma entidade a proibir a palhaçada, por manifesta ilegalidade formal e material, por evidente inconstitucionalidade formal e material, por logro político e social, etc..

Tudo baixeza, e da mais baixa.

 

8.8.14

 

António Borges de Carvalho

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub