Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

CÁ SE FAZEM...

...cá se pagam. É o que está a acontecer ao PSD do senhor Rio. O seguidismo acéfalo do líder tem, na opinião pública, resultados devastadores. É o que dizem as sondagens. Com a desculpa do “interesse nacional”, Rio tem-se esmerado no apoio a tudo o que faz o governo, mesmo que se trate de asneiras, de abusos e até de ilegalidades flagrantes.

Uma coisa é recomendar cuidados indispensáveis, outra é, por exemplo, impedir as crianças da escola primária de ter aulas, de conviver com os colegas, de ter uma vida normal quando, em verdade, o risco que correm é mínimo e a influência na vida dos pais devastadora. Uma coisa seria, por exemplo, impedir que os automóveis andem cheios de gente, outra é importunar com polícias alguém que quer ir de Belém a Algés. Uma coisa é dizer que se apoia a economia, outra é praticar a desconfinça institucional através de exigências burocráticas que, se já são abusivas em tempos normais, são criminosas durante a calamidade. Uma coisa é ter acesso a informação credível, outra é ouvir hoje uma coisa amanhã outra. O governo disse vinte vezes que as máscaras não eram precisas, outras vinte que são indispensáveis!

E por aí fora. O interesse nacional impõe a existência de uma oposição actuante e esclarecida, não o apoio acéfalo a tudo o que o governo faz ou diz. O senhor Rio devia perceber isto, mas nem sequer percebe que as pessoas o olham com cada vez mais desconfiança e maior desilusão. Ser honesto é olhar, ver, julgar, denunciar, estar atento, outra é comer o que lhe dão, aceitar o bom e o mau sem crítica nem critério.

É triste que, num país mergulhado em trapalhadas, burocracias e quebra de direitos elementares, as pessoas, atascadas em medos, não vejam opção que não seja a de comer e calar, sem uma voz que lhes abra perspectivas. Vivemos num pântano político que chega ao absurdo de haver mais oposição do lado dos compagnons de route do governo que do da oposição propriamente dita.

É o que dizem as sondagens, é o que se mete pelos olhos dentro. Menos pelos olhos do senhor Rio.

 

3.5.20

2 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub