Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

CATALEXIT

 

Diz-se que De Gaule opinou um dia que le Portugal est une Catalogne qui a réussi. Diz-se também que foi no 1º de Dezembro que Portugal correu com os castelhanos. Mentira. Andámos 30 anos em guerra para os fazer desistir.

Vai para 400 anos que a Catalunha não “réussiu”. Há quarenta que os catalães, por larga maioria, aceitaram, em referendo, ser uma “aaunomia” no reino espanhol. E, no entanto, agora, há muitos espanhóis da Catalunha que resolverem trair a palavra dada, e querem reverter a História, reacendendo uma questão enterrada há séculos. Não elaborarei sobre a questão, a não ser num ponto: o da nacionalidade.

Todos os catalães são espanhóis. Um grupo, maioritário ou não (tudo indica que não) quer deixar de o ser; se este grupo ganhar, o que acontece aos outros? Passam a apátridas? São obrigados a mudar de nacionalidade? Podem recusar-se a isso? Passam a ter duas? Deixam de ser, como os catalães, cidadãos da UE? Passam a estrangeiros na sua terra? Se insistirem vão para a cadeia?

E como se determina quem é catalão? Têm algum ADN especial? Arranja-se um esquema de tipo nazi para determinar os “puros”? Haverá algum “sangue” catalão? E os que só falam castelhano serão obrigados a deixar de o falar, a favor de uma língua (chamêmos-lhe assim) que não serve para nada, que ninguém mais fala, que não passa de uma caturrice, eventualmente respeitável mas que não passa disso mesmo, caturrice?

Haverá algum separatista que queira responder a estas perguntas? Julgo que não.

Eis a questão.

 

17.10.19

5 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub