Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

CULPA?

Desde há mais de três meses que os estivadores de Setúbal recusam fazer horas extraordinárias. Desde há 22 dias que, simplesmente, não trabalham. Para o país, os prejuízos são colossais.

Não sei se têm razão se não têm, nem sou especialista em reivindicações ou greves. Mas sei que a gravíssima situação se prolongou por mais de cem dias sem que o chamado governo tenha mexido uma palha. Pode ser que a governamental agremiação não queira meter-se em alhadas deste tipo, o que, em princípio, pode não estar errado. O que está errado é que um movimento com as consequências nacionais deste calibre só mais de 100 dias depois tenha merecido a imperial intervenção da chamada ministra do mar para tentar qualquer coisa. Parece que, amanhã, 4ª feira 28.11, vai haver uma reunião com a dita camarada.

O IRRITADO compreende perfeitamente que a geringoncial instituição em geral e a dona ministra em particular tenham mais que fazer que ocupar-se com este tipo de ninharias. É costume.

Desta vez, ao contrário de Pedrógão, de Tancos, de Borba, etc., não pode dizer-se que tal gente esteja na origem dos problemas - só das diversas pessegadas que se lhes seguiram. Mas está, certamente, na origem do monumental prolongamento dos prejuízos nacionais. Não é da sua responsabilidade que os estivadores e os patrões dos estivadores sejam o que são. Mas é, mais uma vez, de sua exclusiva culpa que a situação tenha chegado onde chegou.

Por muito menos, a tal ministra interveio na questão dos estivadores de Lisboa, com os brilhantes resultados que são conhecidos. Saíu da coisa gloriosamente, tendo transformado o Porto de Lisboa no mais caro de todos. Foi brilhante.

Desta vez, o rabinho fugiu-lhe à seringa por mais de três meses. Na certeza de que jamais será responsável seja pelo que for, como é timbre e lema da organização a que pertence.   

 

27.11.18

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D