Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

DO ESPÍRITO DAS COISAS

 

Juntando os seus esforços, os dois firmes e sinceros aliados que nos dominam ganharam mais uma guerra.

Não havia qualquer partido parlamentar a pedir a não recondução da procuradora geral. Pelo contrário, nem uma só voz a pediu. Como é sabido, exceptua-se o partido minoritário que está no poder por artes de berliques e berloques. A opinião pública era, primeiro quase unânime, depois maioritária: Dona Joana devia continuar. Após mais uma campanha, tão suja como as que lhe são habituais, o PS conseguiu, mercê da mais valente de todas as alianças – a informalmente celebrada, mas fortíssima, entre o chamado primeiro-ministro e o senhor de Belém -, que o país ficasse sem a pessoa que mais dignificava a tão indignificada Justiça. Por seu lado, o PS viu-se livre de quem cortava a direito sem ter o devido cuidado com quem é quem.

A coisa é lógica. Faltava esta “reversão”, talvez – futuro o dirá – a mais importante de todas. O que Passos Coelho fez é para desfazer, sem ser preciso justificá-lo. É o caso das reformas feitas por ele em prol da meritocracia, como a fundação da CRESAP, hoje moribunda e substituída por “comissões de serviço”. No caso da RTP, a quem deu independência, mantém-se o sistema, apesar de algumas tentativas de criar zaragata: ainda não tiveram coragem para esta reversão. O Dr. Reis que se ponha a pau. E assim por diante.

A aliança Costa/Rebelo de Sousa funciona maravilhosamente. Desta vez, dizem eles, porque o “espírito da Constituição” (leia-se, a opinião do PS e do ex-professor) aponta para o do mandato único. Não aponta nada disso, mas a opinião do PS, mesmo que minoritária, é que é a boa. É o que se passou quando da fundação da geringonça: o espírito, a letra e a prática constitucional impunham que o governo fosse formado pelo partido mais votado: neste caso, o PS marimbou no “espírito”, na letra e em quarenta anos de praxe constitucional, coisa que, se não convêm, vão para o caixote.

 

Aprendam, rapazes, é o “espírito” da democracia em vigor.

 

21.9.18

2 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D