Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

DO PENSAMENTO DA ESQUERDA

Declarações de interesses:

  1. Tenho o senhor Rui Tavares, chefe do “Livre”, na conta de um indivíduo razoavelmente inteligente;
  2. Não sou partidário, nem admirador, do senhor André Ventura, chefe do “Chega”;
  3. Não me agrada o surgimento de movimentos de extrema-direita na Europa, como não me agrada a avassaladora existência de partidos de extrema-esquerda em Portugal.

Posto isto, um artigo do senhor Tavares sobre o senhor Ventura, hoje publicado, suscita-me algumas observações.

O senhor Tavares, não contente com ter comandado uma campanha eleitoral baseada no racismo (de que acusa outros), vem tecer as mais antidemocráticas considerações que imaginar se possa sobre a “concorrência” do senhor Ventura. Os empregos políticos de um e da representante do outro têm exactamente a mesma origem. O senhor Ventura foi tão eleito como a candidata racisticamente apresentada pelo senhor Tavares.

No entanto, para o senhor Tavares, o senhor Ventura devia ter sido impedido de se candidatar. Não passa, escreve o senhor Tavares, de “um fascista”, “um Mussolini de trazer por casa”, “um incompetente”, “um burro”, “um criminoso”, até “evidentemente criminoso”, “um fala barato” “mais organizado” que os seus parceiros ideológicos, o primeiro a ter a sorte de ser eleito. O senhor Tavares até cita um tipo qualquer que disse que o senhor Ventura é “um oportunista levado ao colo pela comunicação social, cheio de dinheiro, com outdoors em todo o país”.

E o principal “culpado” de o homem ter sido eleito é, nem mais nem menos, adivinhem, Passos Coelho, um “casmurro”!

E não houve vivalma que “esmagasse o ovo da serpente antes que ele eclodisse”. Ninguém “limpou a sujeira”. Agora, “que o mal está feito”, é preciso investigar, mediante apuramento sério, “eventualmente criminal”, do seu passado e, sobretudo do dinheiro (um invejoso, este Tavares) de que o Ventura se terá servido para os cartazes. “Por que raio” ninguém investiga?, pergunta o articulista.

Não me oponho a que se investigue, até acho que o senhor Tavares pensa que uma polícia política seria benvida para estes casos.

*

Não os maço mais com a fúria histérica da criatura.

Como não sou, repito, nem adepto, nem admirador, nem seguidor do senhor Ventura, estou à vontade para descobrir a careca do senhor Tavares. Quem é ele afinal? É fácil: um tipo que acha que os venturas deste mundo não deveriam sequer, ter direito a existir, ainda menos a ser eleitos; um estalinista primário, disfarçado de democrata, que quer eliminar os anti-esquerda, começando pelos extremistas da direita, mesmo que mais não tenham feito dizer umas bojardas cometer o hediondo crime de ser eleitos?

A “democracia” da extrema esquerda fica largamente desmascarada com esta furibunda e odienta (se eu fosse como ele, diria “criminosa”) intervenção “intelectuai” do senhor Tavares.

Obrigadinho pela demonstração.

 

9.10.19

2 comentários

  • Imagem de perfil

    irritado 10.10.2019

    Passei vagamente pelo programa, mas não consigo aturar as "filosofias" da dona Fátima.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    O autor

    foto do autor

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2021
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2020
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2019
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2018
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2017
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2016
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2015
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2014
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2013
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2012
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2011
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2010
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2009
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2008
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2007
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2006
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub