Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

DO RASCA E DO FALACIOSO


Da boca do camarada Costa saíu um comentário ao discurso do PR que faz honras a uma bestialidade política que, por muito baixa que seja a consideração em que o tenhamos, não julgaríamos possível.
Diz ele que, ao PR, não é dado ser favorável às políticas do governo. E justifica com a prática presidencial do camarada Soares, o qual, na bestial opinião, passou a “independente”. É facto que Soares se dedicou a tempo inteiro a chatear o governo, porque o governo não era socialista. Se fosse, e o tal Soares o apoiasse, estaria abaixo das suas competências? Não parece. Diga-se que o actual PR aturou um governo socialista durante seis anos, com o PM que tinha, sem lhe causar problemas de espécie nenhuma e deixando-o enterrar a Nação sem passar de avisos mais ou menos “institucionais”. Nessa altura estava a proceder bem? É o que se pode concluir da merdosa opinião do camarada Costa.
Nem este Presidente nem nenhum dos outros foi “presidente de todos os portugueses”, falácia aldrabona que a praxis da propaganda republicana fabricou. Nenhum dos futuros o será. Neste aspecto, até louvo a Constuição: o PR é da República e de mais coisíssima nenhuma. “Os portugueses” não têm nem jamais terão um presidente seu. O Presidente, todos os presidentes, erroneamente eleitos por sufrágio universal, serão sempre fruto de uma coligação de votos bem explícita.  Se, ao menos, fossem eleitos por maioria qualificada do Parlamento, poderia dizer-se que, por essa via, representavam uma maioria substancial dos eleitores. Mesmo assim, não seriam “dos portugueses”, só da República, o que é coisa completamente diferente.
Donde, as palavras do camarada Costa, independentemente do discurso de Cavaco Silva, são de uma bestialidade a toda a prova.


Que dizer das arengas sobre o mesmo assunto proferidas pelo Arménio, pelo Jerónimo, pela Catarina, pelo Adão e outros mais? Nada, que uma pessoa não deve perder tempo a comentar discos riscados.  

25.4.15

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D