Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

DOBREM A TAXA!

Segundo a mais elementar lógica, o tratamento do lixo de cada país devia ser encargo desse país. Mas não é. Portugal importa a porcaria de terceiros. É de pensar que, dada a livre circulação de “bens” na UE, tal importação não possa ser evitada, incluindo-se a porcaria de cada um no conceito de produto. Que justificação podia o governo ter para proibir tal prática? Proibir o negócio dos aterros? Arranjar maneira de separar a porcaria nacional da estrangeira, e proibir os aterros de receber a segunda? Lançar brutais impostos sobre o negócio, com o inconveniente de taxar igualmente o lixo nacional e o estrangeiro? Não faço ideia, mas algo me diz que, com as preocupações “ecológicas” que animam a generalidade dos políticos, alguma solução poderia se encontrada.

O PAN, das etéreas alturas da sua conhecida “moral”, encontrou a solução: duplicar a taxa cobrada por tonelada de lixo enviada a aterro. Como a taxa é cobrada às pessoas na conta da água, parece evidente que a vamos continuar a pagá-la, agora em dobro, com o entusiástico apoio do PS, do BE, do Chega(!) e do IL(!).

Porquê? Porque os portugueses são uma corja de “mal comportados”, não separam os lixos para a reciclagem. Há que educá-los, “alterar os comportamentos”. O sistema educacional, segundo o PAN&Ca, consiste em aumentar o preço da água. Venha o mais pintado defender, ou perceber os efeitos educacionais de tal sistema. Não seria mais prático alterar os ridículos ecopontos, a que poucos ligam, e criar um sistema selectivo de recolha, em que, às segundas e quintas, se recolhesse o reciclável e, às terças, quartas e sábados, o resto, competindo aos colectores verificar a natureza dos lixos e agir em conformidade, de maneira a, ainda que compulsivamente, as pessoas se habituassem a separá-los? Há cidades onde este sistema funciona.

O que não cabe na cabeça de ninguém é que, pagando mais na factura da água, as pessoas se “eduquem”. Ainda menos que a importação de lixo seja cobrada às pessoas em vez de aos importadores.

Enfim, como quem lê já deve estar a pensar, estou a falar de assuntos de que não percebo patavina, o que será verdade. No fundo, estou a falar de lógica, coisa de que, com base nos conceitos do PAN&Ca, também não percebo nada.

Restará pagar a taxa a dobrar, comer e calar, que é do que a casa gasta.

 

7.2.20

8 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D