Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

EFICÁCIA!

 

Ouvi ontem uma declaração daquele senhor conhecido por ministro da ambiente que me deixou verdadeiramente às aranhas.

No que respeita às espumas do Tejo, começou o douto orador por dizer que eram sobretudo causadas pela seca, ou seja, que a diminuição do caudal baixava a capacidade de regeneração das águas. Assim, para quem achava que a coisa se devia a descargas de dejectos industriais, o melhor é não pensar nisso. A maior das culpas cabe ao São Pedro, à Santa Bárbara bemdita e, quem sabe, parcialmente, a alguns despejos industriais.

Apesar disso, o mui preocupado e dito ministro, mostrando a alta autoridade que lhe assiste, decretou que as unidades industriais a quem, eventualmente, se poderia vir a atribuir uma ínfima parte das inocentes espuminhas, ficariam a trabalhar a cinquenta por cento nos próximos dez dias. Trata-se de uma medida de grande alcance, permitindo concluir que, ou o São Pedro e a Santa Bárbara tomam conta do assunto nos próximos dez dias e as água sobem, ou voltaremos à vaca fria.

Finalmente, hossana!, sua excelência acrescentou que iria mandar analisar as espumas e que, dentro da algumas semanas, seria possível identificar a natureza e a origem do acontecido. E também, diga-se em abono da verdade e com humilde reconhecimento, que o impecável governante descansou as hostes dizendo que ia providenciar para a recolha dos produtos ora a banhos nas águas do Tejo.

Há mais de trinta anos, os contumazes poluidores do Tejo foram obrigados a instalar equipamentos destinados a tratar os resíduos e a “limpar” o cheirete que provocam. Que eu saiba, instalou-se umas coisas e o Estado foi vigiando a sua utilização. Mas estas tarefas são chatas, cansam, e parece que a vigilância durou pouco.

Ainda bem que veio a geringonça pôr as coisas no são. A partir de agora, mercê da invejável acção das autortidades, o São Pedro foi metido na ordem, os “alegados” poluidores serão autorizados a poluir, durante dez dias!, mas só metade do que poluiam antes e, daqui uns tempos, recolhidos alguns materiais e feita a respectiva análise, partir-se-á, eventualmente, para a tomada de medidas adequadas ao caso.

Somos tão felizes!    

 

27.1.18

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D