Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

GALAMBOSTÉRIO

 

Deve-se o título deste post não a qualquer bosta relacionada com o tenebroso Galamba (há outro no PS, menos tenebroso), mas com um mistério que vem incomodando a apurada sensibilidade do IRRITADO: o mistério do chumbo provocado pelo Galamba tenebroso e por mais um camarada, ou acólito.

Os dois, cientificamente ou não, faltaram à votação de uma série de conclusões do inquérito aos malefícios da CGD, só comparáveis aos do BES, mas públicos. O inquérito não passou. Galamba+1 só se dignaram apresentar-se ao serviço quando já não havia nada a fazer. Aí, correctos e disciplinados, votaram o que faltava, mas sem resultado prático.

Porquê? Misteriosa questão, com misteriosa resposta.

Será que, coitadinhos, assoberbados de trabalho, os dois deputados não chegaram a tempo? Ou que, em atitude pensada, trataram de dar cabo do inquérito? Neste caso, porquê? A resposta a esta pergunta põe a funcionar as mais profundas dúvidas. Como é sabido, na CGD, sacrossanticamente pública como manda a cartilha, houve pontapés na gramática de todos os tamanhos e feitios, sendo que é voz corrente que os mais evidentemente graves foram chutados por biqueiras de altas figuras do socialismo nacional, podendo até, calcule-se, vir tocar a fímbria das vestes do chefe.

Viu-se, desde a sua mais remota origem, que a existência da comissão de inquérito não era do agrado da agremiação do Largo do Rato. Mas a coisa foi por diante, sendo de supor que o resultado não seria brilhante para a organização. Assim, mais vale cortar o mal pela raiz. Chumba-se, e acabou-se. Foi o que fizeram Galamba+1. Caso encerrado, como tantos outros.

De barato, dou que será justo que me acusem de teórico da conspiração. Mas, apesar de poder ser violentamente atacado como todos os que não se conformem com a cartilha em vigor, prefiro manter a liberdade de, nos termos acima, conspirar.

 

20.7.17

2 comentários

Comentar post

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub