Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

GENTE FINA

 

Fomos hoje brindados com uma interminável entrevista que o “Observador”, sabe-se lá porquê, publicou, sendo o entrevistado o abominável Pedro Nuno Santos, empreiteiro, mestre de obras e encarregado da manutenção da geringonça.

 

Há relativamente pouco tempo, este artista, como diria Cavaco, zurzia a Merkel, o Schäuble, a UE, Bruxelas, o Jeroen, o BCE, a troica e o governo legítimo com inacreditáveis diatribes. A dívida é para não pagar, um bando de proto-fascistas apoderou-se da União Europeia, é o capitalismo de casino, o défice e os tratados que se lixem, o governo está apostado em empobrecer o povo, Passos Coelho é o carrasco da Nação, e por aí fora, a fazer inveja ao PC e apaniguados. É preciso lembrar que militou na Frente Eleitoral Comunista (Marxista- Leninista), FEC (ML). Deve ter aderido ao PS para preparar os “amanhãs que cantam” isto é, para destruir a democracia por dentro. Citemo-lo: Estou a marimbar-me que nos chamem irresponsáveis. Temos uma bomba atómica que podemos usar na cara dos alemães e franceses. Essa bomba atómica é simplesmente não pagarmos(...) as pernas dos banqueiros alemães até tremem...

 

A seguir a Passos Coelho ganhar de novo as leições, foi o resultado delas, como é do conhecimento geral, posto no lixo e, do caixote, saíu a geringonça. Daí, deu-se a maravilhosa transmutação do cérebro do contemplado, um autêntico milagre, coisa que fará os mal intencionados como o IRRITADO dizer que virou a casaca.

Hoje, dando razão aos que o acusam de falta de espinha (ou de esperteza marxista-leninista em versão Porsche), diz exactamente o contrário. Passos Coelho merecia a fogueira por, alegadamente, querer “ir além da troica”. Agora, o artista, com alta competência circense, declara que, se a Europa quer 0,5% de défice, dar-lhe-emos 0,2! Não quer ir além da troica, mas vai além de Bruxelas, o que é mais ou menos a mesma coisa. O que é pecado vindo da “direita”, passa a virtude quando é defendido pela esquerda. O rapaz tece rasgadas loas ao nosso “crescimento” (o qual é miserável e nada tem a ver com a geringonça), acha que a coisa criou postos de trabalho (aparecidos apesar da geringonça, e vastamente mal pagos), garante que o estado comatoso da saúde, apesar do dinheiro que a geringonça lá pôs (diz ele) não tem nada a ver com as maravilhosas 35 horas. Pois não, que ideia! No ministério da saúde “não há cativações”. Quem as faz “é a direcção geral”. Percebem? Deve ser por isso, defende, que “ninguém, à esquerda, diz que o SNS está pior”. Depreende-se que quem dá pela catástrofe é gente da direita, quem sabe se fascistas, homofóbicos, ou, na melhor das hipóteses, tenebrosos liberais. A perda de produtividade, a ausência de poupança, os calamitosos resultados da educação e coisas do género não merecem uma palavra do fulano.

Fala de si. Diz-nos: “vendi o Porsche”, e declara: “admito que foi um erro”. Não ficamos a saber se o erro foi comprar ou vender a bela máquina. Verdade é que o homem não tem problemas de mobilidade: garantem as mais ordinárias vozes que, lá em casa, há uns Maseratis ou equivalente, à boa maneira do Norte. Ele até tem um império familiar (um “grupo”) onde trabalhou antes de ir para a política, sendo que tal experiência acresce à “componente política” da sua personalidade, o que é “relevante para qualquer função ministerial”. Ça va sans dire: isto é uma dentada de morte no Costa, que não goza da “componente” empresarial. Mas, é claro, o PM goza da sua mais fiel fidelidade!   

 Para não maçar mais quem me lê, sublinhe-se ainda os rasgadíssimos elogios com que o artista contempla o chairman da geringonça, residente em Belém. Vivemos num mar de traições. O PNS parece (ou só parece) ter traído a revolução marxista-leninista, prepara-se para trair o seu CEO, e elogia com ditirambos um outro, que traiu quem o elegeu.

 

Tudo gente fina.

 

25.10.18

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub