Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

NAS GARRAS DAS BRUXAS

 

Ocupando duas colunas do DN de ontem, aparece uma coisa chamada “Esclarecimento”.

O IRRITADO leu, não ficou esclarecido nem percebeu nada. Mas fartou-se de rir.

 

Aquele tipo desagradável e antipático que é sobrinho da dona Maria Barroso e é, ou foi, áulico na corte do tio Soares, entrou em guerra com nada menos que três fulanas, todas elas de respeito. Coitado do homem! São elas a dona Fernanda Câncio (tão desagradável como ele), a dona Ana Cristina Leonardo (quem será?) e a dona Irene Pimentel (historiadora de esquerda, segundo a Cância).

Parece que andaram os quatro à porrada no Facebook e,  como devem ter achado que, dada a sua cósmica importância, tinham que passar a coisa para a imprensa escrita, apareceram no DN a alardear os seus ridículos e patéticos desentendimentos.

A dona Cância disse que o Alfredo se “pegou” no Facebook com a dona Pimentel por causa do Hamas. O Alfredo diz que não, ele não se pegou com ela, ela é que se pegou com ele, “e de que maneira”! Ele coitadinho, só tinha dito que ela gostava de umas bocas da dona Leonarda sobre Gaza.  A dona Leonarda tinha escrito que aquilo em Gaza é “uma guerrilha do …alho” (com as letras todas), o que muito ofendeu a sensibilidade do Barroso, para além de ser demonstrativo das virtualidades linguísticas da libertação da mulher (na opinião do IRRITADO). Segundo o ofendido, a dona Pimentel “curtiu” com a maior satisfação o parecer da Leonarda, julga-se que, sobretudo, o …alho.

Esta interessante polémica, de alta valia intelectual, prosseguiu com a dona Pimentel a chamar ao Alfredo “estalinista, fascista e social-fascista e filho da puta”! È de estalo esta finesse, não é? Aliás, na opinião dele, a fulana, ou a Irene, não sei, está “de cabeça perdida” com a polémica.

Entra a dona Cância, e diz que o Barroso andou a “tirar excertos de posts e comentários de páginas privadas”, e que a dona Pimentel "tinha o propósito de o censurar e difamar”. Tudo por causa do Hamas, não se percebendo de que lado está cada um dos contendores. E, pergunta o IRRITADO, essa gente que anda a fazer propaganda pessoal no Facebook acha que há lá alguma coisa privada?

Aqui, vem a Leonarda aos gritos, dizendo que o Barroso diz que ela “rematou”, “não tendo (ela) rematado nada”, que a utilização do …alho por parte de “uma senhora” é a coisa mais natural deste mundo e que ela até escreveu “pardon my french”(sic). Estão aperceber? Meus amigos, não estão a perceber porque não fazem, com certeza, parte da intelectualidade nacional, que é de esquerda, ça va de soi.

Diz a “senhora” que o tipo a “brindou com um chorrilho de insultos”. Tê-la-á mandado para o …alho? – pergunta o IRRITADO com a maior das inocências.

Remata a Pimentel que o termo “fdp”(sic) é perfeitamente adequado às características do Alfredo.

É claro que, no meio desta miserável literatura, não se fica a saber qual é a opinião dos beligerantes sobre o problema em questão. Será de presumir que sejam todos a favor do Hamas, dado que são todos de esquerda. Presunção que os textos publicados não permitem. Mas lá que têm piada, têm.

 

O IRRITADO não vai, nem por sombras, à bola com o Alfredo, mas, no caso destas patéticas demonstrações de primitivismo, até tem pena do homem, confrontado que está com três ferozes harpias.  

 

Para divertimento do respeitável público, aconselha-se vivamente a leitura dos textos de tão ilustres e amorosas personalidades (DN de ontem, página 20).

        

3.8.14

 

António Borges de Carvalho

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub